F1: McLaren revela que Norris teve que lutar contra amidalite durante fim de semana na Espanha

Mas chefe da equipe britânica confirmou que Norris foi liberado para correr apenas com uma liberação médica

F1: McLaren revela que Norris teve que lutar contra amidalite durante fim de semana na Espanha
Carregar reprodutor de áudio

O chefe da McLaren, Andreas Seidl, revelou que Lando Norris teve amidalite durante o fim de semana do GP da Espanha de Fórmula 1, elogiando o britânico por lutar contra a enfermidade para terminar em oitavo neste domingo.

Norris não se sentiu bem o fim de semana todo, afirmando no sábado que estava "sofrendo com a garganta e os olhos", afirmando que não era Covid-19. No grid antes da corrida, ele continuava mal, mas entregou uma performance sólida para terminar em oitavo, enquanto o companheiro Daniel Ricciardo foi 12º.

Leia também:

Após uma corrida difícil, Norris cancelou seus compromissos com a mídia para focar na recuperação, com Seidl explicando o que aconteceu com o piloto.

"Obviamente ele não está se sentindo bem o fim de semana todo, com sua energia sendo baixa por causa da amidalite. Foi uma corrida muito desafiadora, especialmente com essa alta temperatura, então foi bem difícil no fim e após a corrida, mas felizmente ele tem um grande apoio médico da equipe ao seu lado".

"O objetivo é claro: fazer com que ele descanse bem nos próximos quatro dias antes do início de Mônaco".

Lando Norris, McLaren MCL36, battles with Yuki Tsunoda, AlphaTauri AT03, ahead of Pierre Gasly, AlphaTauri AT03

Lando Norris, McLaren MCL36, battles with Yuki Tsunoda, AlphaTauri AT03, ahead of Pierre Gasly, AlphaTauri AT03

Photo by: Andy Hone / Motorsport Images

Seidl elogiou Norris por batalhar contra a doença para conquistar pontos para a equipe, em uma tarde na qual a temperatura chegou aos 36 graus, mas afirmou que o britânico apenas correu após a liberação da equipe médica.

"Não tenho como agradecê-lo suficiente por batalhar contra isso, mostrando um grande espírito de luta que, no final, nos deu quatro pontos. Foi incrível ver seu comprometimento, mas quero deixar claro que obviamente tivemos um médico envolvido nessa discussão, e nunca arriscaríamos a saúde de Lando".

"Mas após a liberação do médico e com Lando confirmando que conseguiria correr, seguimos em frente".

Caso Norris não consiga iniciar as atividades de Mônaco, a equipe teria a sua disposição os pilotos reservas da Mercedes, Nyck de Vries e Stoffel Vandoorne, além de Oscar Piastri, da Alpine. Seidl não comentou sobre potenciais substitutos, afirmando que a equipe tomará a decisão apenas em cima da hora.

F1 AO VIVO: VERSTAPPEN vence AOS TRANCOS E BARRANCOS, Russell DÁ SHOW e Leclerc AMARGA abandono

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST #178: Será o fim da linha para Vettel e Alonso na F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Russell diz que "deu tudo que pôde" para tentar segurar Verstappen
Artigo anterior

F1: Russell diz que "deu tudo que pôde" para tentar segurar Verstappen

Próximo artigo

F1: Hamilton revela que poderia brigar com carros da Red Bull na Espanha

F1: Hamilton revela que poderia brigar com carros da Red Bull na Espanha