Fórmula 1 GP dos Estados Unidos

F1: Mercedes revela que prancha do carro de Hamilton estava “intacta” após TL1 em Austin

James Allison, diretor técnico da equipe, explicou decisão de manter carro de heptacampeão mais baixo

Lewis Hamilton, Mercedes F1 W14

A Mercedes revelou que a prancha do carro de Lewis Hamilton estava “intacta” após o primeiro treino livre do GP dos Estados Unidos de Fórmula 1, o que a levou ao time se comprometer com uma altura baixa.

Leia também:

Hamilton foi desclassificado do segundo lugar na corrida do fim de semana passado no Circuito das Américas depois que inspeções pós-corrida descobriram que ele havia desgastado mais do que 1 mm permitido pelos regulamentos.

A equipe foi aberta ao afirmar que cometeu um erro ao deixar Hamilton muito baixo, com a pista acidentada causando muito desgaste.

Refletindo sobre o erro cometido, o diretor técnico James Allison disse que a equipe não deixou margem suficiente para erros ao sentir que as coisas estavam sob controle após o primeiro e único treino livre.

A análise inicial da prancha após o treino mostrou que ela não estava sendo danificada pelos solavancos e zebras.

Falando na análise pós-corrida da Mercedes, Allison disse: “Austin é uma pista com uma superfície muito acidentada e, portanto, você fica um pouco mais vulnerável a bater o carro no chão. Simplesmente não obtivemos margem suficiente no final do treino livre 1.

“Quando fizemos a afinação, verificamos a prancha e tudo parecia bem, intacto após o TL1. Mas os resultados da corrida falam por si.

Lewis Hamilton, Mercedes F1 W14

Photo by: Zak Mauger / Motorsport Images

Lewis Hamilton, Mercedes F1 W14

“Estávamos ilegais, então claramente deveríamos ter colocado nosso carro um pouco mais alto para termos mais margem. É claro que é um erro, é um tipo de erro compreensível em um fim de semana de sprint, em que é muito mais difícil acertar as coisas, especialmente em uma pista acidentada.

“Mas uma lição para nós no futuro, para garantir que teremos mais margem, especialmente em uma pista como essa, com todos os seus solavancos.”

Mas embora Allison tenha admitido que a equipe estava quase “envergonhada” por ter sido vítima de uma transgressão das regras, ele disse que a equipe obteve resultados positivos do desempenho geral do W14 atualizado.

“É claro que a desclassificação é um golpe significativo”, disse ele. “É uma sensação miserável. Dói e todo mundo aqui sente isso.

“Todo mundo está chateado e até certo ponto envergonhado porque não gostamos de estar do lado errado das regras e apenas lamentar os pontos perdidos.

“Espere um ou dois dias e isso começará a diminuir e será substituído por uma sensação muito mais feliz, que é que avançamos com nosso carro neste fim de semana e isso é difícil de fazer.

“Mas nós fizemos isso e fizemos isso por uma quantia decente. E faltando quatro corridas para o fim do campeonato, quatro corridas em que tenho certeza de que permaneceremos no lado certo das regras.

“O sentimento inicial de mágoa, decepção e frustração passará a ser substituído pelo otimismo de saber que o carro parecia brilhante neste pacote de atualização, e temos mais quatro corridas para mostrar o que podemos fazer com ele.”

TELEMETRIA: RICO PENTEADO aponta se CRESCIMENTO da Mercedes é CONFIÁVEL e chances de PÉREZ em CASA

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast #253 – Desclassificação de Hamilton nos EUA 'salva pele' de Pérez na Red Bull?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

 

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior TELEMETRIA: Rico Penteado comenta crescimento da Mercedes e chances de Pérez em casa
Próximo artigo F1 - Norris alfineta Aston Martin: “Estão mais lentos a cada atualização”

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil