F1: Novo contrato de Hamilton deve ter menor salário e o dobro de bônus em caso de título

Atual vínculo do piloto com a equipe alemã vai até o final da temporada deste ano

F1: Novo contrato de Hamilton deve ter menor salário e o dobro de bônus em caso de título

Heptacampeão mundial da Fórmula 1 e vice-líder da temporada 2021 da categoria máxima do automobilismo, o britânico Lewis Hamilton já está negociando um novo contrato para seguir na equipe Mercedes, pela qual conquistou seis títulos da elite do esporte a motor.

O editor recomenda:

O Motorsport.com apurou que o piloto estaria disposto a topar uma redução salarial, mas condiciona a aceitação de menores vencimentos à duplicação dos bônus por título. O vínculo iria até o fim da temporada 2022, com opção de extensão por mais um ano.

Além disso, o chefe de equipe da Mercedes, Toto Wolff, quer resolver a questão até o dia 15 de junho, de modo que as negociações não se arrastem demasiadamente, a fim de evitar o que ocorreu na última renovação contratual.

As bases do vínculo já estariam acertadas, mas ainda há alguns pontos indefinidos. Hamilton pediu à diretoria de Stuttgart que tenha garantido um papel futuro na estrutura da Daimler, com o objetivo a dar sequência ao trabalho como ativista pela diversidade na F1.

De todo modo, a tendência é que haja um acerto entre piloto e equipe, que domina a F1 desde 2014. Hoje, porém, o time alemão é ameaçado pela Red Bull, do holandês Max Verstappen. Em 2022, a categoria terá novas regras, que podem alterar as forças das escuderias.

Verstappen DESAFIA Hamilton e diz que seria mais rápido que britânico com Mercedes

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #110 - Erro de Hamilton mostra um campeão sob pressão?

 

.

compartilhar
comentários
F1: Crítica de Verstappen pressiona Pirelli a encontrar respostas
Artigo anterior

F1: Crítica de Verstappen pressiona Pirelli a encontrar respostas

Próximo artigo

F1: Veja o design da Red Bull que evitou um protesto de asa flexível em Baku

F1: Veja o design da Red Bull que evitou um protesto de asa flexível em Baku
Carregar comentários