Fórmula 1 GP da Austrália

F1: Sainz demonstra incredulidade com resultado da classificação na Austrália após cirurgia de apêndice

Piloto perdeu o GP da Arábia Saudita há duas semanas por conta de uma crise de apendicite

Carlos Sainz, da Scuderia Ferrari, chega ao Parc Ferme após a classificação

Carlos Sainz "quase não acreditou" com o lugar na primeira fila do GP da Austrália de Fórmula 1, por ainda estar sentindo desconforto abdominal a bordo de sua Ferrari duas semanas depois de passar por uma cirurgia de apêndice.

Leia também:

Sainz perdeu o GP da Arábia Saudita há duas semanas devido a uma apendicite e se recuperou a tempo de viajar para a Austrália e participar do evento em Melbourne. O espanhol teve um bom desempenho na classificação, ficando em segundo lugar no grid, atrás do pole position Max Verstappen, o que, segundo ele, foi surpreendente, considerando a rápida recuperação da cirurgia e o desconforto que ainda sente ao volante.

"Foram duas semanas difíceis, muitos dias na cama esperando para ver se eu conseguiria chegar a este fim de semana", disse Sainz depois de terminar 0s270 atrás da Red Bull de Verstappen. "Para colocá-lo na primeira fila depois de liderar a classificação, eu quase não estava acreditando, especialmente depois de como tem sido difícil."

"Estou muito feliz por estar desafiando as Red Bulls neste fim de semana. Ontem eu estava um pouco enferrujado no início, mas depois ganhei velocidade e finalmente consegui encontrar o ritmo e me senti bem com o carro. Não vou mentir. Não estou no meu estado mais confortável quando estou pilotando, mas consigo fazer isso. Sinto muito desconforto e sensações estranhas, mas não sinto dor, o que me permite tentar fazer um bom tempo."

Sainz diz que o piloto da Williams, Alex Albon, que foi acometido de apendicite no GP da Itália de 2022, o alertou sobre o tipo de desconforto que ele enfrentaria devido às altas cargas no cockpit.

Carlos Sainz, Ferrari SF-24

Carlos Sainz, Ferrari SF-24

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

"Sinto que é exatamente o que o Alex me disse antes de entrar no carro, quando ele retirou o apêndice", explicou Sainz."Com a força g e tudo o mais, por dentro, parece que tudo está se movendo mais do que o normal e você precisa de um pouco de confiança para segurar o núcleo e o corpo como está acostumado a fazer, mas você se acostuma."

"Não há dor, não há nada com que se preocupar. É apenas uma sensação estranha com a qual você tem que se acostumar enquanto pilota. Especialmente neste circuito, estamos puxando de cinco a seis Gs em algumas das zonas de frenagem e curvas."

Sainz sentiu que perder a classificação e a corrida em Jeddah o prejudicou mais, porque ele ainda estava um pouco atrasado no aprendizado do carro 2024, especialmente com o composto de pneu mais macio.

"Ainda estou aprendendo a usar o novo carro, perdi a sessão de classificação em Jeddah e a corrida completa, então provavelmente havia coisas que eu poderia ter aprendido na classificação e que poderia ter aplicado hoje", explicou.

"O carro me surpreendeu em algumas curvas quando começamos a acelerar. Não foram as voltas mais limpas, mas, como eu disse, se tivessem me dito há cinco dias que eu poderia ter vindo para cá, ainda me recuperando, e estar em segundo lugar no grid e brigando pela pole, eu teria aceitado."

Q4 AO VIVO: Tudo sobre a classificação para o GP da Austrália de F1

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Podcast: Verstappen fora da Red Bull? Drugo tem chances em 2025?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Verstappen supera Ferraris e faz a pole para o GP da Austrália
Próximo artigo F1: Preocupado com a Ferrari, Verstappen revela ajustes cruciais que o levaram até a pole na Austrália

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil