Fórmula 1 GP do Bahrein

F1 - Vasseur mantém 'fé' no conceito do SF-23 da Ferrari: "Uma questão de configurações"

Chefe da escuderia italiana está convencido com o caminho escolhido em relação ao SF-23, , assim como diz ter certeza de que a Red Bull não extinguiu todas as esperanças de buscar o título em um único GP

Charles Leclerc, Ferrari SF-23

O GP do Bahrein, estreia da temporada 2023 da Fórmula 1, pode ter deixado impressões duvidosas em relação a Ferrari, mas ainda não é o momento de questionar totalmente o SF-23 e muito menos seu conceito. 

Leia também:

Rápido em uma volta e capaz de disputar pole com a Red Bull, o carro da escuderia italiana confirmou durante a corrida o temor que o cercava: o gerenciamento da degradação dos pneus é um problema. Tanto que além de não competir com os líderes, Carlos Sainz teve que 'ceder' o pódio para a Aston Martin de Fernando Alonso

Sainz se viu sozinho para defender os objetivos da equipe na corrida após o abandono de Charles Leclerc, que por sua vez, reabriu a espinhosa questão da confiabilidade.

Chegando ao comando da escuderia durante as férias de verão, substituindo Mattia Binotto, Fréderic Vasseur acredita que ainda não é o momento de questionar a filosofia geral do carro, mas sim, de encontrar soluções através das configurações que precisarão ser adotadas.

Quando perguntado sobre a viabilidade do conceito a ser mantido este ano, o francês é claro: "Estou completamente convencido. Nunca vi um carro capaz de igualar o ritmo de outro na qualificação e não ser capaz de fazer o mesmo na corrida. Por isso, é uma questão de configurações e de escolhas no carro. Não se trata de forma alguma do conceito. Portanto, não precisamos ir nessa direção".

"Para resumir a situação, eu diria que em termos de ritmo na classificação, estamos lá, estamos no mesmo nível da Red Bull, pelo menos no Bahrein. Isso é um ponto positivo. Mas agora, temos que ser totalmente realistas. Se queremos progredir temos que ter uma visão clara da situação, e a confiabilidade não está no nível necessário. Se queremos vencer corridas temos que ter um roteiro perfeito para o fim de semana, sem os pequenos detalhes aqui e alí."

Ferrari a souffert de la dégradation pneumatique en course.

Ferrari a souffert de la dégradation pneumatique en course.

Apesar da dobradinha dominante da Red Bull em Sakhir, onde nunca houve um jogo para a vitória, Vasseur se recusa a ser tão fatalista quanto George Russell pode ser na Mercedes. Com 22 GPs ainda por disputar, não há como desistir da corrida pelo título.

“Nunca é bom começar com um abandono, teria preferido terminar, com certeza, mas quero continuar consistente na minha posição”, explica o francês. "Eu disse à equipe antes dos testes, há duas semanas, que o campeonato não seria encerrado no Bahrein, qualquer que fosse o resultado. Foi verdade nos testes de inverno e ainda é verdade hoje."

"A equipe passou por uma situação diferente no passado e o mais importante agora é poder ter uma visão clara da situação, ver onde estamos falhando e analisar as coisas corretamente para trazer uma resposta forte."

Além do ritmo que foi diminuindo gradualmente na corrida, a falha de motor que privou Leclerc de um pódio quase certo foi adicionada aos problemas a serem resolvidos. Essa insegurança pegou as pessoas de Maranello de surpresa.

"Não esperávamos algo assim", admite Frédéric Vasseur. "É a primeira vez que tivemos esse problema. Não enfrentamos durante os 6.000 a 7.000 km que fizemos com o motor na semana passada com as três equipes e também não encontramos esse problema no banco de testes."

Drive To Survive: erros e acertos da 5ª temporada da série da F1. Cadê Interlagos e Vettel?

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast: Ferrari renovada, Mercedes melhor e Red Bull bem? Que F1 teremos em 2023?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1 - Cronologia do caos: como Ocon foi penalizado três vezes no GP do Bahrein
Próximo artigo F1: "De que adianta um bom motor se ele quebra?", dispara Marko contra Ferrari

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil