Fórmula 1
R
GP da Austrália
12 mar
-
15 mar
Próximo evento em
48 dias
19 mar
-
22 mar
Próximo evento em
55 dias
02 abr
-
05 abr
Próximo evento em
69 dias
16 abr
-
19 abr
Próximo evento em
83 dias
30 abr
-
03 mai
Próximo evento em
97 dias
07 mai
-
10 mai
Próximo evento em
104 dias
21 mai
-
24 mai
Próximo evento em
118 dias
R
GP do Azerbaijão
04 jun
-
07 jun
Próximo evento em
132 dias
11 jun
-
14 jun
Próximo evento em
139 dias
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
153 dias
R
GP da Áustria
02 jul
-
05 jul
Próximo evento em
160 dias
R
GP da Grã-Bretanha
16 jul
-
19 jul
Próximo evento em
174 dias
30 jul
-
02 ago
Próximo evento em
188 dias
R
GP da Bélgica
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
216 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
223 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Próximo evento em
237 dias
24 set
-
27 set
Próximo evento em
244 dias
08 out
-
11 out
Próximo evento em
258 dias
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
272 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
279 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
293 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
307 dias

Grosjean: Renault mostrou que tem “medo” da Haas

compartilhar
comentários
Grosjean: Renault mostrou que tem “medo” da Haas
Por:
Co-autor: Oleg Karpov
10 de jan de 2019 09:23

Francês relembra protesto contra equipe norte-americana em Monza, e acha que time cresceu mais do que era pensado

A Renault tem "medo" da Haas, é o que avalia Romain Grosjean, depois da longa batalha entre ambos em 2018.

O time francês venceu a Haas pelo quarto lugar da classificação do campeonato por 29 pontos, em uma batalha que também ocorreu fora da pista após o protesto da Renault no GP da Itália.

A Renault protestou contra o carro de Romain Grosjean após a corrida de Monza - onde terminou em sexto - e o francês foi excluído devido a ilegalidade do seu assoalho.

Grosjean acredita que o protesto mostrou que a Haas, apenas em seu terceiro ano no esporte, estava assustando a Renault.

"Não acho que seja uma grande jogada esportiva", disse ele sobre o protesto da Renault. "Mas sim, nós estávamos assustando eles, o que é bom. Eles deveriam ser o futuro."

O piloto da Haas acredita que o time americano "mudou de liga" em 2018, saltando para a parte da frente do meio do grid depois de terminar em oitavo lugar nas duas primeiras temporadas da F1.

Mas Grosjean admite que a Haas precisa continuar melhorando em áreas como fabricação para levar sua operação ao próximo nível.

Quando perguntado sobre o que a Haas precisava melhorar para vencer a Renault, ele disse: "há poucas coisas. Um exemplo é que não produzimos peças, então precisamos fabricá-las e às vezes demora um pouco”.

"Esse é um exemplo que eu posso dar de poucos, mas esse é um. Algo que leva três dias para eles, para nossa equipe fazer isso talvez demore três semanas.”

"Como o assoalho, nós não tivemos tempo para mudá-lo para Monza, essa foi a única coisa. O ganho de desempenho é zero. Absolutamente zero, zero, mas nós simplesmente não tivemos tempo para isso para Monza e a Renault jogou nisso.”

Grosjean diz que o chefe da equipe, Gunther Steiner, está ciente das áreas que precisam melhorar e já está trabalhando para melhorar as coisas.

"Gunther está bem ciente. Você sabe, ele entende muitas coisas e isso é ótimo", disse ele. "Nós conversamos com muita frequência, mas ele está ciente das coisas que precisamos melhorar e, definitivamente, é algo em que estamos trabalhando”.

"Parte do resto é apenas um processo crescente, mais performance é o que você quer, e quanto mais rápido melhor."

Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-18

Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-18

Photo by: Zak Mauger / LAT Images

Próximo artigo
Sauber: Colocamos bem cedo nossos recursos no carro de 2019

Artigo anterior

Sauber: Colocamos bem cedo nossos recursos no carro de 2019

Próximo artigo

Bottas perde patrocinador para temporada de 2019 da F1

Bottas perde patrocinador para temporada de 2019 da F1
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Romain Grosjean Compre Agora
Equipes Renault F1 Team , Haas F1 Team
Autor Pablo Elizalde