Pérez completa quarentena, mas depende de teste negativo para correr no GP dos 70 Anos

compartilhar
comentários
Pérez completa quarentena, mas depende de teste negativo para correr no GP dos 70 Anos
Por:
, Editor

A Racing Point irá anunciar o piloto que correrá pela equipe ainda hoje ou na manhã da sexta-feira, antes do TL1

Após testar positivo para Covid na semana passada, Sergio Pérez perdeu o GP da Grã-Bretanha de Fórmula 1, sendo substituído por Nico Hulkenberg. Desde então, o mexicano ficou em isolamento, seguindo as normas do governo britânico, mas, com o fim da quarentena, ele está a apenas um passo importante de correr neste fim de semana: um teste negativo.

Sem um teste negativo, o mexicano não poderia entrar no paddock, impedindo sua participação na prova do final de semana. Nico Hulkenberg segue na Inglaterra de prontidão para assumir novamente o cockpit da Racing Point caso necessário.

Leia também:

A Racing Point confirmou nesta quinta que Pérez completou seu período de quarentena obrigatório, colocando ele novamente a disposição da equipe, desde que seu exame dê negativo.

A decisão final da Racing Point deve chegar ainda nesta quinta (06), ou na sexta, antes do primeiro treino livre.

"As autoridades britânicas confirmaram que o período de quarentena de Sergio Pérez foi concluído", afirmou a equipe em comunicado. "Seguindo o Código de Conduta da FIA, Sergio precisa de um teste negativo para entrar no paddock. O processo está sendo realizado hoje".

"A equipe espera tomar uma decisão sobre quem irá correr ao lado de Lance hoje ou amanhã pela manhã".

Pérez foi o primeiro caso de Covid-19 entre os pilotos da F1 e apenas o terceiro no paddock da F1 desde o início da temporada. O piloto viajou ao México entre os GPs da Hungria e Grã-Bretanha para visitar sua mãe, que havia sofrido um acidente, mas afirmou que seguiu todos os protocolos da FIA.

Polêmica Racing Point, Silverstone e tudo o que você sempre quis saber de F1 com Rico Penteado

PODCAST: Qual é o tamanho da 'sorte' de Hamilton ao vencer com três rodas?

 

O que está em jogo no GP dos 70 Anos da F1: pretensões da Mercedes Rosa e 'sobrevivência'

Artigo anterior

O que está em jogo no GP dos 70 Anos da F1: pretensões da Mercedes Rosa e 'sobrevivência'

Próximo artigo

Covid de Pérez adiou anúncio de Vettel na Aston, diz jornal italiano

Covid de Pérez adiou anúncio de Vettel na Aston, diz jornal italiano
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Sergio Perez
Equipes Racing Point
Autor Luke Smith