Raikkonen não se arrepende de bater em Bottas: "é a vida"

O piloto da Ferrari disse que segue confiante de que a manobra que causou o acidente com Bottas foi apenas um incidente de corrida

Raikkonen não se arrepende de bater em Bottas: "é a vida"
Valtteri Bottas, Williams e Kimi Raikkonen, Ferrari
Valtteri Bottas, Williams, Kimi Raikkonen e Sebastian Vettel, Ferrari
Kimi Raikkonen, Ferrarri e Valtteri Bottas, Williams and Sebastian Vettel, Ferrari
Valtteri Bottas, Williams FW37 à frente de Kimi Raikkonen, Ferrari SF15-T
Valtteri Bottas, Williams FW37

Apesar da punição que levou da direção da prova, Kimi Raikkonen disse que faria exatamente o mesmo, caso estivesse em uma situação com circunstâncias similares novamente. O piloto da Ferrari foi considerado culpado pela colisão e sofreu uma punição de tempo que o derrubou da 5ª para a 8ª posição no GP da Rússia.

"Tivemos algumas discussões e obviamente me deram punições, mas faria tudo outra vez amanhã. Não muda a história. Infelizmente nós batemos no fim. Isso é a vida, isso é a corrida, e eu não me sinto mal por isso. Eu faria o mesmo da próxima vez. E talvez as coisas saiam melhores", disse.

Bottas infeliz

Por outro lado, Valtteri Bottas deixou claro que a sua opinião é de que Raikkonen foi totalmente culpado pelo acidente, e que isso não mudou.

"Para mim continua a mesma (a opinião). É claro que é desapontante perder os pontos, mas na minha opinião nada mudou. Eu não faria qualquer coisa diferente", disse.

Bottas também disse que o fato de que Raikkonen passou por ele com uma manobra semelhante no começo da prova não significa que estaria certo tentar novamente.

"Do meu ponto de vista (a ultrapassagem) foi bem diferente. Estava muito mais claro que ele poderia fazê-la, e como piloto você não deixa a porta aberta duas vezes. Então para mim foi uma situação diferente, como vimos no resultado que deu", disse.

compartilhar
comentários
McLaren "ressuscita" caixa de câmbio que havia superaquecido

Artigo anterior

McLaren "ressuscita" caixa de câmbio que havia superaquecido

Próximo artigo

Vettel apoia decisão da Ferrari sobre mudança de motor

Vettel apoia decisão da Ferrari sobre mudança de motor
Carregar comentários