Rosberg: Fadiga pode custar vitórias a pilotos em 2017

Atual campeão da Fórmula 1 acredita que cansaço gerado por carros mais rápidos pode pegar alguns desprevenidos no fim das provas

Rosberg: Fadiga pode custar vitórias a pilotos em 2017
Nico Rosberg visits the pit lane
Alfonso Celis Jr., Sahara Force India F1 VJM10
Nico Rosberg with the media
Sebastian Vettel, Ferrari SF70H
Nico Rosberg with the media

Aposentado da Fórmula 1 desde o fim do ano passado, o campeão do mundo Nico Rosberg acredita que os novos carros podem mudar a dinâmica da categoria neste ano.

Presente durante os testes de pré-temporada de 2017 em Barcelona nesta quarta (1), Rosberg ​​disse à imprensa: "Há uma grande atenção no momento, então queria ver tudo em primeira mão, ver os carros novos. Eles têm um aspecto absolutamente monstruoso. Muito, muito agressivo. Todo mundo está animado, e isso é ótimo de ver”.

"Os pilotos estão amando, e eu acho que este ano eles serão gladiadores com esses carros. Os carros vão levá-los aos seus limites físicos.”

"Podemos até ver os pilotos perdendo vitórias de corridas apenas por estarem esgotados fisicamente - e isso é o que precisamos.”

Perguntado se os carros novos e a forma forte apresentada pela Mercedes o fazem lamentar a decisão de se aposentar no fim de 2016, Rosberg negou.

"Eu esperava que a Mercedes fosse a melhor neste ano, porque a equipe é incrível. Nós ainda precisamos esperar e ver, mas com certeza parece que eles fizeram um grande carro - mas isso não é surpreendente.”

"Estou muito feliz com a minha decisão. Você sabe, eu ainda amo o esporte, então é ótimo estar aqui e acompanhar a ação.”

"Toda essa positividade é incrível no momento. Realmente espero que o esporte possa progredir, isso seria legal.”

"É bom estar aqui. É muito diferente, estou muito relaxado, estou gostando e estou muito feliz com a maneira como as coisas estão indo."

compartilhar
comentários
Bottas bate recorde e termina manhã de teste na frente

Artigo anterior

Bottas bate recorde e termina manhã de teste na frente

Próximo artigo

Para Alonso, piloto vai ser “ainda menos importante” em 2017

Para Alonso, piloto vai ser “ainda menos importante” em 2017
Carregar comentários