Vettel confirma que teve conversas com Renault e diz que aceitaria vaga na Red Bull se tiver oportunidade

compartilhar
comentários
Vettel confirma que teve conversas com Renault e diz que aceitaria vaga na Red Bull se tiver oportunidade
Por:
, Editor

O tetracampeão confirmou na coletiva desta quinta que chegou a falar com a Renault, mas a negociação não avançou

Após a confirmação de sua saída da Ferrari no final do ano, o tetracampeão de Fórmula 1 Sebastian Vettel está sem vaga no grid de 2021. O futuro do alemão ainda é incerto, tendo perdido uma possibilidade após a Renault confirmar a volta de Fernando Alonso.

Na coletiva dos pilotos desta quinta-feira, Vettel confirmou que chegou a negociar com a Renault sobre a vaga deixada por Daniel Ricciardo, mas que as conversas ficaram apenas em estágios iniciais.

Leia também:

"Sim, eu conversei, mas não chegamos a algo concreto", disse. "Como vocês viram, eles foram para outra direção. Isso não muda muita coisa para mim. Isso realmente depende da minha decisão, e eu não me sinto obrigado a fazer isso nos próximos dias. Eu quero tirar o tempo necessário para decidir".

Perguntado pelo Autosport / Motorsport.com se ele considerava tirar um ano sabático da F1 ou a aposentadoria, Vettel disse que "todas as opções estão na mesa no momento" incluindo "continuar, tirar uma pausa, ou aposentar", mas destacou que ele ainda tem vontade de fazer mais no esporte com uma equipe competitiva.

"Não é segredo que eu sou uma pessoa competitiva. Eu já conquistei muita coisa no esporte, e tenho o desejo de conquistar ainda mais, não apenas da boca pra fora. Mas vamos ver o que acontece".

Vettel já esteve ligado também a uma possível volta à Red Bull, equipe pela qual ele conquistou seus quatro mundiais. Essa seria a única vaga em uma equipe de ponta para ele no momento, após o CEO da Daimler afirmar que o objetivo é manter Hamilton e Bottas na Mercedes.

Anteriormente, a Red Bull havia diminuído os rumores de uma ida para correr ao lado de Max Verstappen no próximo ano, mas a especulação aumentou após Vettel aparecer no conteúdo da TV oficial da marca nesta semana.

Apesar de Vettel ter dito que essa aparição "não tinha nada a ver" com uma possível movimentação futura, ele defendeu as qualidades da Red Bull e a capacidade da equipe de fazer um carro vencedor.

"É uma equipe muito forte. Eu sei o quão forte eles são pelo meu passado. Eu sei que eles eram mais fortes, mas ainda são candidatos. É um carro que pode ganhar corridas, então certamente seria interessante".

Perguntado diretamente se ele aceitaria uma vaga na Red Bull se lhe fosse oferecida, ele respondeu:

"Como eu disse, é um carro vencedor. Eu estou aqui para competir e vencer. Então a resposta seria sim".

TELEMETRIA: A volta de Alonso à F1 e o GP da Estíria com Rico Penteado

PODCAST #057: O início da F1 na Áustria com a participação de Felipe Drugovich

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Análise técnica: buscando melhor performance no GP da Estíria, Ferrari apresenta nova asa dianteira

Artigo anterior

Análise técnica: buscando melhor performance no GP da Estíria, Ferrari apresenta nova asa dianteira

Próximo artigo

Albon diz que "faria a mesma coisa" em nova batalha com Hamilton

Albon diz que "faria a mesma coisa" em nova batalha com Hamilton
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Luke Smith