Wolff procura substituto para cargo como chefe da Mercedes na F1

compartilhar
comentários
Wolff procura substituto para cargo como chefe da Mercedes na F1
Por:

Austríaco, no entanto, ponderou que nada foi decidido ainda e novidades devem vir no longo prazo

O chefe de equipe da Mercedes na Fórmula 1, Toto Wolff, deu a indicação mais firme de que está em busca de um sucessor para se afastar de seu papel. O dirigente austríaco admitiu no início deste ano que estava pensando no que gostaria de fazer no futuro.

Ele está atualmente em negociações com o proprietário da Mercedes, o grupo Daimler, sobre um novo contrato e também busca identificar quais responsabilidades ele quer ter com a equipe no próximo ano.

O editor recomenda:

E embora permaneça com a equipe no curto prazo, Wolff está considerando a melhor forma de reestruturar a equipe para que, com o tempo, ele possa assumir uma nova função e outra pessoa possa assumir como chefe da equipe.

Com a F1 pressionando por uma expansão do calendário, em meio aos planos para um cronograma de 23 corridas em 2021, Wolff diz que é o momento certo para ele pensar sobre o que é melhor para a Mercedes a longo prazo.

“A verdade é que isso está afetando todos nós e sempre tive a opinião de que nunca se deve passar de muito bom para bom, porque então outra pessoa deveria pegar o bastão e correr”, disse ele.

“Eu ainda sinto que posso dar uma contribuição, eu na verdade gosto muito dos finais de semana de corrida. E passei a apreciá-los mais desde o confinamento. Só preciso pensar em como gostaria de estruturar a equipe daqui para frente”.

Wolff disse que a forma com a qual a Mercedes foi capaz de evoluir seu departamento técnico nos últimos anos, com Paddy Lowe saindo em 2017 e James Allison chegando, forneceu alguma inspiração para organizar a estrutura mais ampla da equipe.

“Tivemos uma grande transferência de responsabilidades, mantendo o ‘know-how’ e a alta liderança na empresa, mas também não criando um gargalo para o surgimento de jovens talentos”, acrescentou Wolff.

“Isso é algo que acho muito interessante e, olhando para os próximos anos, ficaria muito orgulhoso de ver um chefe de equipe surgindo, me substituindo e fazendo um trabalho melhor do que eu poderia ter feito naquele momento. Este é um projeto interessante para mim”.

“Não sinto que vou decepcionar a equipe. Sou acionista e vou ficar com a equipe, é o que combinamos com a Daimler, mas talvez depois em outra função. Se é CEO ou presidente, ainda não descobrimos”.

“A Daimler me deu bastante a escolha. Mas, antes de fazer a transição para uma nova função, preciso ter certeza de que outra pessoa está fazendo as 23 corridas e eu posso me divertir na frente de uma tela do Zoom”.

Questionado sobre se é possível que ele renuncie ao cargo de chefe de equipe já no próximo ano, Wolff disse: “Passei muito tempo pensando nisso e também envolvendo a liderança dentro do MGP, e não identificamos a estrutura para o futuro”.

“Então, eu não posso dizer se é um ano, dois ou três. O principal não sou eu, sabe, tendo o pedágio da corrida, porque gosto da competição. E enquanto eu curtir a competição, acho que posso contribuir para o sucesso da equipe. Mas, enquanto me divirto, também preciso ter certeza de que às vezes haverá uma transição no futuro, e não sei quando é porque ainda não identifiquei a pessoa certa”.

Veja o debate sobre a classificação da F1 em Ímola, com Lipe Paíga e Nonô Figueiredo.

Todas as notícias sobre o GP da Emilia Romagna de F1 você acompanha no site do Motorsport.com e em nosso canal no YouTube. Fique por dentro de todas as novidades e análises, além de conferir nossos programas e vídeos!

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

PODCAST: É bom negócio ser companheiro de Max Verstappen na Red Bull?

 

.

Related video

F1: Pérez ficaria surpreso se recebesse ordem para ser número dois na Red Bull

Artigo anterior

F1: Pérez ficaria surpreso se recebesse ordem para ser número dois na Red Bull

Próximo artigo

Hamilton, Stewart e cia exaltam Connery, o 007 'original', que morreu neste sábado

Hamilton, Stewart e cia exaltam Connery, o 007 'original', que morreu neste sábado
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Toto Wolff
Equipes Mercedes
Autor Jonathan Noble