F-E: Da Costa seguirá com Techeetah em 2022, apesar de dúvidas sobre futuro da equipe

Piloto português acredita que Mercedes e Venturi serão as equipes mais fortes da temporada, elogiando a contratação de Di Grassi pelo time monegasco

F-E: Da Costa seguirá com Techeetah em 2022, apesar de dúvidas sobre futuro da equipe

O campeão da Fórmula E, António Félix da Costa, deve seguir com a DS Techeetah na temporada 2022 da categoria, a última com carros Gen2, apesar da incerteza financeira que cercou a equipe no campeonato anterior, levando a dúvidas sobre a continuidade do projeto.

O português havia sido especulado na Mercedes caso Nyck de Vries recebesse a oportunidade na Fórmula 1, enquanto um retorno à Andretti também havia surgido, após a SECA, dona da Techeetah, ter saído em busca de investimentos durante a pandemia.

Leia também:

Segundo apurado pelo Motorsport.com, isso levou a Da Costa e seu companheiro, o bicampeão Jean-Éric Vergne, cujo contrato expirou no fim da última temporada, a passar um tempo sem pagamentos.

Antes do ePrix de Londres em julho, a equipe havia sido introduzida a um canadense que havia tentado orquestrar um acordo para comprar e renomear o braço Techeetah da parceria com a montadora DS.

Mas o acordo acabou não acontecendo, deixando o futuro da equipe e dos pilotos em aberto. Mas o português praticamente confirmou que tem um contrato para seguir com a equipe em 2022, a mesma com a qual conquistou o título em 2019-20.

Falando com o Motorsport.com às vésperas das 8 Horas do Bahrein, etapa final da temporada do Campeonato Mundial de Endurance da FIA (WEC), em que luta pelo título da LMP2, Da Costa disse: "Não estou anunciado ainda, mas acho que é um segredo bem mal guardado. Tudo está indo bem".

"Mal posso esperar para voltar à mesma organização e as mesmas pessoas pelo terceiro ano. Sempre disse que é uma das equipes mais fortes da Fórmula E. São muitos títulos conquistados, então estou muito feliz por voltar e as preparações vão bem".

"Estaremos em Valência em algumas semanas [para a pré-temporada] então mal posso esperar".

Antonio Felix Da Costa, DS Techeetah, DS E-Tense FE21

Antonio Felix Da Costa, DS Techeetah, DS E-Tense FE21

Photo by: Carl Bingham / Motorsport Images

Em 2021, a DS Techeetah foi a terceira no Mundial de Construtores, enquanto da Costa foi apenas o oitavo entre os pilotos, duas posições à frente de Vergne.

O piloto acredita que a Mercedes, e sua cliente Venturi, sejam as mais fortes na próxima temporada, com o regulamento impedindo a introdução de grandes evoluções nos trens de força.

"Tenho 100% de certeza que a Mercedes estará lá novamente, com as duas equipes e quatro carros com ótimos pilotos. Com [Lucas] di Grassi se juntando à Venturi, eles devem ser a equipe a ser batida, com certeza".

"A Venturi foi segunda no Mundial e Edoardo Mortara é um ótimo piloto. Alguém como Lucas apenas os tornará mais fortes. A Nissan como sempre, a Jaguar está muito forte e a Envision sempre foi forte. Há pelo menos 12 pilotos que podem ir bem".

F1 2021: JOGO DE EQUIPE da Red Bull, VEREDITO de Marko, DESABAFO de Andretti e + do GP do México | DIRETO DO PADDOCK

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #143 – TELEMETRIA: O que Mercedes e Hamilton têm que fazer para vencer no México

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F-E: Sette Câmara fala sobre preparação para a próxima temporada
Artigo anterior

F-E: Sette Câmara fala sobre preparação para a próxima temporada

Próximo artigo

Fórmula E confirma datas da pré-temporada em Valência

Fórmula E confirma datas da pré-temporada em Valência
Carregar comentários