MotoGP: Ducati escolhe chefe para 'era' de Márquez na equipe de fábrica em 2025

Marc Marquez terá um novo chefe de equipe em sua ascensão à equipe de fábrica em 2025

Marc Marquez, Gresini Racing

Marc Marquez, Gresini Racing

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

A Ducati escolheu Marco Rigamonti como chefe de equipe de Marc Márquez para sua mudança para a equipe de fábrica na temporada 2025 da MotoGP, apurou o Motorsport.com.

O técnico nascido na Lombardia, que atualmente é o chefe de equipe de Enea Bastianini, será responsável por gerenciar a equipe que trabalhará na Desmosedici GP25 com a qual Márquez competirá em 2025.

Leia também:

Antes de ficar no canto da garagem de Bastianini nas duas últimas temporadas, Rigamonti também trabalhou na Suzuki com Andrea Iannone em 2017 e 2018, antes de retornar à Ducati com a Pramac para ser o chefe de equipe de Johann Zarco.

No último fim de semana, em Assen, Márquez apareceu publicamente pela primeira vez depois que a Ducati anunciou, após o GP da Itália, que havia optado por ele em vez de Jorge Martin na batalha para ser o companheiro de equipe de Francesco Bagnaia na estrutura de fábrica da empresa. 

O catalão revelou, então, que Javi Ortiz, o único mecânico que ele levou para a Gresini de sua passagem anterior pela Honda e com quem tem um relacionamento próximo, também o seguirá para a equipe de fábrica da Ducati.

Marc Marquez, Gresini Racing

Marc Marquez, Gresini Racing

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

O Motorsport.com entende que Mattia Sereni, seu atual engenheiro eletrônico e um dos membros da equipe Gresini da Ducati, também o seguirá.

A Ducati já informou a Rigamonti quais serão suas novas funções quando Márquez assumir o papel de piloto de fábrica, presumivelmente no teste após a última etapa da temporada em Valência.

Desde que se juntou à Gresini após sua saída da Honda, Márquez tem trabalhado com Frankie Carchedi, o engenheiro que ajudou Joan Mir a se tornar campeão mundial com a Suzuki em 2020. Carchedi tem contrato direto com a equipe sediada em Faenza.

"Os responsáveis pela Ducati serão os primeiros a colocar as pessoas que consideram mais adequadas para mim, a fim de garantir que meu desempenho seja o melhor possível", disse Marquez em Assen.

Esse resultado põe fim aos rumores de que o espanhol poderia se reunir novamente com Santi Hernandez, que foi seu gerente técnico em sete dos oito títulos mundiais que conquistou e que provavelmente continuará ao lado de Joan Mir na garagem oficial da Honda.

ROSSI na F1, AGOSTINI mulherengo, Marc, DEDO DO MEIO e +: CAUSOS de Fausto Macieira, MotoGP em ASSEN

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Histórias com Valentino Rossi, Giacomo Agostini e cia: 'causos' de Fausto Macieira e MotoGP em Assen

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Bagnaia cola em Martín: confira a situação do Mundial de MotoGP após GP da Holanda
Próximo artigo MotoGP substituirá GP do Cazaquistão por uma segunda etapa no Catar

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil