MotoGP
25 mar
Próximo evento em
26 dias
R
GP da Argentina
08 abr
Postponed
R
GP das Américas
15 abr
Postponed
R
GP da Espanha
29 abr
Próximo evento em
61 dias
R
GP da França
13 mai
Próximo evento em
75 dias
R
GP da Itália
27 mai
Próximo evento em
89 dias
R
GP da Catalunha
03 jun
Próximo evento em
96 dias
R
GP da Alemanha
17 jun
Próximo evento em
110 dias
R
GP da Holanda
24 jun
Próximo evento em
117 dias
R
GP da Finlândia
08 jul
Próximo evento em
131 dias
R
GP da Áustria
12 ago
Próximo evento em
166 dias
R
GP da Grã-Bretanha
26 ago
Próximo evento em
180 dias
R
GP de Aragón
09 set
Próximo evento em
194 dias
R
GP de San Marino
16 set
Próximo evento em
201 dias
R
GP do Japão
30 set
Próximo evento em
215 dias
R
GP da Tailândia
07 out
Próximo evento em
222 dias
R
GP da Austrália
21 out
Próximo evento em
236 dias
28 out
Próximo evento em
243 dias
R
GP de Valência
11 nov
Próximo evento em
257 dias

MotoGP: Viñales detona Yamaha por “desperdiçar chances de títulos todos os anos”

Espanhol comentou fato de ter que largar GP da Europa do pitlane, por exceder número de motores permitido no regulamento

compartilhar
comentários
MotoGP: Viñales detona Yamaha por “desperdiçar chances de títulos todos os anos”

A Yamaha será forçada a exceder o número permitido de motores em uma temporada para Maverick Viñales, com o uso de um sexto motor, devido à preocupações com a confiabilidade das unidades desgastadas que ele tem usado.

O espanhol admitiu nesta quinta-feira que teve que limitar a quilometragem de seus motores restantes desde o GP de Teruel.

Leia também:

Como resultado, a Yamaha não teve escolha a não ser utilizar uma sexta unidade, que incorre em uma largada do  pitlane para a corrida de domingo e desfere um grande golpe nas esperanças de título de Viñales.

"Você pode imaginar a sensação que temos, de que todos os anos estamos desperdiçando a oportunidade de conquistar títulos por causa de erros", disse Viñales, que está atualmente a 19 pontos da liderança do campeonato.

“Então, com certeza, meu sentimento é muito ruim. Mas eu tenho uma situação perfeita em casa, eu tenho uma vida perfeita, não quero mais ficar com raiva, quero ser feliz.”

"Então, se eu não tiver a chance este ano, terei a chance no próximo, ou no próximo. Ainda assim, tenho mais dois anos na Yamaha e podemos fazer algo grande."

Viñales diz que a sua situação atual com o motor é resultado do entendimento da Yamaha de que teve problemas de confiabilidade tarde demais em Jerez, caso contrário, ele poderia ter outro motor em mãos agora, embora seja entendido que seu primeiro e terceiro motores eram ilegais.

Viñales disse que arriscar usar o motor final de sua alocação foi discutido com sua equipe, mas sua situação no campeonato significava que isso não faria sentido.

"Ainda ontem discutíamos se arriscávamos ir com o motor número cinco, dando apenas algumas voltas nos treinos", acrescentou.

“Mas, para mim, é muito arriscado. Se você fosse o primeiro [na pontuação] com 20 pontos, você consegue fazer isso.”

"Então, não adiantava. Precisávamos colocar um novo. É verdade que vou largar do pitlane e não posso fazer nada. A briga pelo título fica muito mais difícil, mas tudo pode acontecer."

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

Incomodado, Hamilton fala tudo o que pensa sobre Bottas

PODCAST: Hamilton blefa ou fala verdade ao ameaçar deixar a F1?

 

MotoGP: Miller lidera dia de treinos para o GP da Europa, em Valência

Artigo anterior

MotoGP: Miller lidera dia de treinos para o GP da Europa, em Valência

Próximo artigo

MotoGP: Cinco membros da Yamaha são afastados devido à Covid-19

MotoGP: Cinco membros da Yamaha são afastados devido à Covid-19
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Pilotos Maverick Viñales
Equipes Movistar Yamaha MotoGP
Autor Lewis Duncan