MotoGP
15 out
Evento encerrado
18 out
Evento encerrado
25 out
Evento encerrado
R
GP da Austrália
23 out
Canceled
08 nov
Evento encerrado
22 nov
Evento encerrado

Valentino Rossi nega aposentadoria da MotoGP e garante que correrá em 2021

compartilhar
comentários
Valentino Rossi nega aposentadoria da MotoGP e garante que correrá em 2021
Por:

Lenda da MotoGP critica parte da imprensa que relatou sua retirada da categoria, em busca por audiência

Valentino Rossi anulou os rumores de que se retirará do MotoGP no final do ano, classificando-os como “não verdadeiros”.

Rossi deve se juntar à Petronas SRT em 2021 ao lado de Franco Morbidelli, embora um acordo ainda não tenha sido fechado, já que os detalhes sobre quem formará sua equipe ainda não foram resolvidos entre SRT e Yamaha.

Leia também:

Enquanto se pensava que um anúncio poderia vir antes do GP de San Marino neste fim de semana, rumores começaram a surgir, dizendo que Rossi se aposentaria e em seu lugar Andrea Dovizioso ficaria com a vaga na SRT.

Antes da primeira das duas corridas de Misano, Rossi negou categoricamente o boato e espera um anúncio sobre seu novo contrato para o GP da Catalunha dentro de duas semanas.

“Não, não é verdade”, disse Rossi sobre os rumores. “Isso vem de duas ou três semanas atrás. Demos tempo à Yamaha porque não temos pressa e temos algo para consertar.”

“Mas estamos muito perto de assinar e vou correr com a Petronas [SRT] no próximo ano.”

“Quero dizer 99% porque não está assinado. Mas acho que talvez em Barcelona possamos fazer o anúncio.”

Comentando mais sobre esses rumores de aposentadoria, Rossi acredita que eles só vieram à tona porque são "grandes notícias" e "muitas pessoas vão clicar para ler" a história.

“Acho é que minha aposentadoria é uma grande notícia, não?”, acrescentou. “Então, se você escrever na internet ‘Valentino Rossi se aposenta’, acho que muitas pessoas vão clicar para ver, para ler, muitos fãs da MotoGP. Acho que é por esse motivo.”

“Não acho que seja por qualquer outro motivo porque a situação não mudou e tentei explicar que vou correr também no próximo ano.”

“Mas talvez seja mais interessante dizer que me aposentei.”

“Mas eu acho que esse é o motivo. Eu não sei se eles querem que eu me aposente. Eu não sei disso, talvez não."

O GP de San Marino deste fim de semana será o primeiro a receber fãs em 2020, com os organizadores esperando 10.000 espectadores por dia.

Rossi acredita que isso tornará sua corrida em casa ainda mais “especial” e diz que o retorno dos fãs às corridas é um “pequeno passo” para a normalidade em meio à pandemia.

“É sempre especial correr em Misano porque para muitos pilotos e para mim é realmente o GP em casa porque moro a 10 km daqui”, acrescentou.

“Eu cresci nesta pista. Além disso, a pista mudou muito, mas…. será especial também porque primeira corrida com fãs.”

“Acho que é um pequeno passo, mas é uma boa maneira de voltar à normalidade o mais rápido possível.”

F1: Saiba quem é o novo chefe da Williams após saída de Claire e veja quem comanda os outros times

PODCAST: Vitória de Gasly prova que F1 é ambiente 'onde os fracos não têm vez'?

 

MotoGP: Quartararo busca recuperação em Misano para manter a liderança do campeonato

Artigo anterior

MotoGP: Quartararo busca recuperação em Misano para manter a liderança do campeonato

Próximo artigo

MotoGP: Confira os horários do GP de San Marino

MotoGP: Confira os horários do GP de San Marino
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Pilotos Valentino Rossi
Equipes Movistar Yamaha MotoGP , Drive M7 SIC Racing Team
Autor Lewis Duncan