Fórmula 1 GP da Grã-Bretanha

F1: Só nono do quali em Silverstone, Alonso afirma: Aston Martin precisa de "reset"

"Precisamos passar por Budapeste e Spa e fazer um 'reset' depois disso para ver onde estamos"

Fernando Alonso, Aston Martin AMR23

Piloto da Aston Martin, Fernando Alonso considera que a equipe de Silverstone deve fazer um "reset" (reinicialização) durante o recesso da Fórmula 1 em agosto. A fala do bicampeão vem após um quali difícil para o time inglês no GP da Grã-Bretanha, no qual o espanhol largará em nono.

A volta de Alonso foi 0s939 segundo mais lenta que a do pole position Max Verstappen, piloto holandês da Red Bull. O companheiro de equipe de Fernando, Lance Stroll, do Canadá, ficou na 12ª posição.

O editor recomenda:

Esse foi o pior resultado de qualificação na temporada para Alonso, que foi notavelmente o segundo mais rápido em uma volta rápida nos GPs de Arábia Saudita, Miami, Mônaco e Canadá. Em Montreal, a Aston introduziu atualizações no AMR23, mas o carro não foi tão bem na Áustria e agora no quali.

Alonso considera que a Aston Martin praticamente atingiu seu potencial máximo em Silverstone, admitindo que era impossível ver como a equipe poderia ter subido além dos oito primeiros colocados.

Esse desempenho significa que a equipe precisava diagnosticar por que as características de Barcelona, onde a Aston também foi mal, da Áustria e de Silverstone prejudicaram o desempenho do AMR23.

Fernando, que avançou ao Q2 no último lugar possível, em 15º, comentou: "Obviamente, nunca fico satisfeito com P9 e P12. Acho que não foi a melhor classificação da equipe, mas é difícil ver onde podemos melhorar um pouco mais".

"Talvez [pudéssemos melhorar] 0s1, 0s15, mas mais do que P8 ou algo do gênero, era impossível. Precisamos continuar trabalhando, entendendo que já houve algumas [sessões] de qualificação em circuitos em que não fomos competitivos."

"Barcelona, Áustria e Silverstone - todos os três parecem um pouco semelhantes em termos de características de pista. Portanto, precisamos entender isso", seguiu o bicampeão da categoria máxima do automobilismo mundial.

Fernando Alonso, Aston Martin AMR23

Fernando Alonso, Aston Martin AMR23

Foto de: James Sutton / Motorsport Images

A McLaren, que Alonso considerou ter sido "mais ou menos" em 2022, foi a surpresa nos treinos classificatórios. O britânico Lando Norris ficou em segundo lugar, à frente de seu companheiro australiano Oscar Piastri, superando não só a Aston, mas também a Mercedes e a Ferrari.

"Eles têm sido muito rápidos", disse Alonso sobre a McLaren. "Eles merecem a posição em que estão. Eles têm sido rápidos e estão melhorando. Então, estou feliz por eles. Eles estavam mais ou menos no campeonato e este ano estão rápidos em certos circuitos. Então, mais uma vez, acho que nós (Aston Martin) precisamos passar por Budapeste e Spa e fazer um 'reset' depois disso para ver onde estamos."

Quem desbancaria Verstappen na Red Bull?

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast Motorsport.com debate caos dos limites de pista na Áustria: qual a solução?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Hamilton: McLaren semelhante à Red Bull é alerta para Mercedes na F1
Próximo artigo F1: Horários e previsão do tempo para o domingo de corrida para o GP da Grã-Bretanha, em Silverstone

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil