Fórmula 1
R
GP da Austrália
12 mar
-
15 mar
Próximo evento em
45 dias
19 mar
-
22 mar
Próximo evento em
52 dias
02 abr
-
05 abr
Próximo evento em
66 dias
16 abr
-
19 abr
Próximo evento em
80 dias
30 abr
-
03 mai
Próximo evento em
94 dias
07 mai
-
10 mai
Próximo evento em
101 dias
21 mai
-
24 mai
Próximo evento em
115 dias
R
GP do Azerbaijão
04 jun
-
07 jun
Próximo evento em
129 dias
11 jun
-
14 jun
Próximo evento em
136 dias
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
150 dias
R
GP da Áustria
02 jul
-
05 jul
Próximo evento em
157 dias
R
GP da Grã-Bretanha
16 jul
-
19 jul
Próximo evento em
171 dias
30 jul
-
02 ago
Próximo evento em
185 dias
R
GP da Bélgica
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
213 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
220 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Próximo evento em
234 dias
24 set
-
27 set
Próximo evento em
241 dias
08 out
-
11 out
Próximo evento em
255 dias
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
269 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
276 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
290 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
304 dias

Alonso e Montoya quase formaram time dos sonhos da Porsche em Le Mans

compartilhar
comentários
Alonso e Montoya quase formaram time dos sonhos da Porsche em Le Mans
Por:
3 de jun de 2019 14:16

Além dos campeões da F1 e da Indy, Nico Hulkenberg faria parte da equipe para a disputa da lendária prova em 2016. Mas por que o sonho não se realizou?

A Porsche esteve perto de formar uma equipe com três pilotos de destaque para a prova de Le Mans em 2016. Nico Hulkenberg era um candidato lógico, já que ganhou a prova pela equipe em 2015. Fernando Alonso havia tido contato com a equipe para correr no ano anterior e Juan Pablo Montoya também mostrava interesse.

Leia também:

“Realmente queríamos um time assim, era realista”, confirmou Fritz Enzinger, então chefe do programa da Porsche no mundial de endurance e agora chefe de esportes a motor do grupo Volkswagen. “Tivemos conversas com Alonso e Montoya, enquanto Hulkenberg já havia pilotado para nós e foi fantástico”.

A Porsche demorou a se dar conta do tamanho da conquista alcançada com Hulkenberg ao volante em 2015. Quando Enzinger e Nico chegaram ao paddock da F1 na Áustria na semana seguinte a Le Mans, receberam uma chuva de elogios e perguntas sobre o triunfo.

“Só nos demos conta da dimensão depois da vitória com Hulkenberg. O interesse de pilotos de primeiro nível por um assento na nossa equipe em Le Mans foi enorme. Significou muito para a Porsche”.

“Podíamos escolher os pilotos e estivemos em contato com vários. Houve conversas bastante avançadas com Juan Pablo Montoya. Ele estava nos Estados Unidos neste momento. Estava muito interessado porque também havia ganho em Mônaco e em Indianápolis. Só faltava Le Mans para a Tríplice Coroa. Havia se divertido muito conduzindo o carro no teste de 2015, no Bahrein”.

O colombiano finalmente abriu mão porque não obteve autorização para participar da prova. Alonso também não pode aceitar, pois o fornecedor de motores da McLaren naquele momento era a Honda o que resultava em algo difícil de ser aprovado pela Porsche.

“Para mim esse trio era muito atrativo. Levar um Porsche 919 Hybrid com três pilotos de Fórmula 1 a Le Mans teria sido uma verdadeira declaração de intenções”.

Outro empecilho para a formação do time, foi a coincidência de datas entre corridas da F1 e a mítica prova.

“Deixar o fim de semana de Le Mans livre de Fórmula 1 é sempre um desejo. Porém em 2016, por azar, um GP da categoria aconteceu no mesmo fim de semana. Muito ruim. Existe uma grande tradição de que pilotos de F1 também compitam em Le Mans”.

Próximo artigo
Ex-companheiro de ambos, Ricciardo diz que Verstappen é mais rápido que Vettel

Artigo anterior

Ex-companheiro de ambos, Ricciardo diz que Verstappen é mais rápido que Vettel

Próximo artigo

Veja 10 curiosidades do dia em que Senna 'se apresentou' à Fórmula 1

Veja 10 curiosidades do dia em que Senna 'se apresentou' à Fórmula 1
Carregar comentários