Fórmula 1
25 mar
Próximo evento em
64 dias
06 mai
Próximo evento em
106 dias
20 mai
Próximo evento em
120 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
134 dias
10 jun
Próximo evento em
141 dias
24 jun
Próximo evento em
155 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
162 dias
R
GP da Grã-Bretanha
15 jul
Próximo evento em
176 dias
29 jul
Próximo evento em
190 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
218 dias
02 set
Próximo evento em
225 dias
09 set
Próximo evento em
232 dias
23 set
Próximo evento em
246 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
253 dias
07 out
Próximo evento em
260 dias
21 out
Próximo evento em
274 dias
28 out
Próximo evento em
281 dias
05 nov
Próximo evento em
289 dias
R
GP da Austrália
18 nov
Próximo evento em
302 dias
R
GP da Arábia Saudita
03 dez
Próximo evento em
317 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
326 dias

Bottas admite que não faria sentido atacar Hamilton

compartilhar
comentários
Bottas admite que não faria sentido atacar Hamilton
Por:
Traduzido por: Daniel Betting

Valtteri Bottas afirmou que não faria sentido arriscar na parte final do GP da Alemanha, por isso decidiu não atacar Lewis Hamilton

Podium: second place Valtteri Bottas, Mercedes-AMG F1, Dr. Dieter Zetsche, CEO of Daimler AG, Race winner Lewis Hamilton, Mercedes-AMG F1
The safety car leads Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W09, Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W09 and Kimi Raikkonen, Ferrari SF71H
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W09, leads Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W09 and Kimi Raikkonen, Ferrari SF71H
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W09, and Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W09, wave in celebration of victory
Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1
Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1

Valtteri Bottas largou em segundo lugar no GP da Alemanha e, acompanhando Lewis Hamilton, cruzou a linha de chegada de Hockenheim na mesma posição da largada.

Bottas tentou passar Lewis Hamilton na última parte da corrida, logo após a saída do safety car, acionado após o acidente de Sebastian Vettel. Sem um resultado favorável, se concentrou em defender a posição de seu compatriota Kimi Raikkonen, que completou o pódio em terceiro.

O piloto finlandês da Mercedes disse depois da corrida que não houve ordens de equipe no final da prova, mas que também analisou a situação e concluiu que não era conveniente atacar Hamilton.

Leia também:

"Quando o safety car voltou aos boxes, Lewis e eu estávamos livres para lutar e tivemos uma boa disputa entre nós."

Bottas declarou abertamente que tentou uma manobra arriscada contra Hamilton que não prejudicaria o resultado final, especialmente nos casos da Mercedes na Áustria e em Silverstone.

"Talvez eu teria pressionado mais, mas se eu tentasse um movimento inconsciente, teríamos arriscado demais. Não fazia sentido fazer isso contra o meu companheiro de equipe."

"Conseguimos o número máximo de pontos e não estou chateado, foi uma decisão totalmente sensata, só lutamos na primeira volta e perdi a corrida com o safety car. As coisas não aconteceram para mim neste dia", concluiu.

Pérez: "Não esperávamos esses pontos"

Artigo anterior

Pérez: "Não esperávamos esses pontos"

Próximo artigo

Rosberg: Vettel desperdiçou vitória por acelerar demais

Rosberg: Vettel desperdiçou vitória por acelerar demais
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Alemanha
Sub-evento Domingo - Corrida
Localização Hockenheimring
Pilotos Valtteri Bottas
Equipes Mercedes
Autor Marco Di Marco