Bottas culpa porcas por problemas da Williams nos boxes

Finlandês garante que time britânico não irá sofrer mais em pit stops em 2016: “agora encontramos soluções, e acho que poderemos ser mais rápidos”

Bottas culpa porcas por problemas da Williams nos boxes
Valtteri Bottas, Williams FW37
Valtteri Bottas, Williams with his girlfriend Emilia Pikkarainen
Valtteri Bottas, Williams FW37
Valtteri Bottas, Williams FW37, Glamour
Valtteri Bottas, Williams FW37
Valtteri Bottas, Williams FW37
Valtteri Bottas, Williams FW37
Valtteri Bottas, Williams FW37

Em termos de resultados na pista, o ano de 2015 da Williams ficou um pouco atrás do que se esperava após o grande ressurgimento do time em 2014. Apesar de mais uma vez terminar o campeonato em terceiro, o time sofreu com a falta de performance ante à Ferrari.

Outro ponto fraco foram os pits stops, com o time britânico sempre sendo mais lento que seus concorrentes diretos, como Ferrari, Red Bull e Mercedes.

Porém, o companheiro de Felipe Massa no time, Valtteri Bottas, garantiu em entrevista exclusiva ao MOTORSPORT.COM que na próxima temporada este problema será solucionado.

“Nós temos praticado os pit stops bastante na fábrica, mas o principal são as porcas. Estamos sofrendo muito com problemas neste sistema”, falou.

“Elas não saem tão rapidamente. Então não é culpa dos mecânicos, é mais um problema técnico. É uma peça importante, portanto não podemos apenas fazer uma nova e colocar no carro. Temos de testar muito na fábrica. Mas agora encontramos soluções, e acho que poderemos ser mais rápidos no próximo ano.”

“Conhecemos o problema. É uma pena que tenhamos perdido tanto neste ano por conta disso. Mas no ano que vem nós já sabemos que não vamos perder tudo isso.”

Diferença 2014/2015

Ainda ao MOTORSPORT.COM, Bottas fez um balanço do ano no qual conquistou dois pódios (Canadá e México) e terminou com 136 pontos, 15 a mais que Massa.

“Foi uma temporada interessante, apesar de termos tido menos pódios que no ano passado – o que é desapontador. Mas, acho que como equipe temos sempre ficado melhores com o tempo. Nosso grande problema foi a Ferrari, que deu um grande passo comparando com o ano passado.”

“A diferença entre 2014 e 2015 é muito simples: a Ferrari esteve muito melhor e a Mercedes se distanciou ainda mais. Mas é isso, temos de tentar fazer um trabalho melhor neste inverno para fazer um carro melhor. Este é o único modo de fazer um ano melhor que 2015.”

compartilhar
comentários
"Nossa margem de desenvolvimento está reduzida", diz Lauda

Artigo anterior

"Nossa margem de desenvolvimento está reduzida", diz Lauda

Próximo artigo

Maldonado reclama de comissários: “são mais duros comigo”

Maldonado reclama de comissários: “são mais duros comigo”
Carregar comentários