F1 - Bernie Ecclestone diz que cancelar corrida na Bélgica foi um erro: "Pilotos deveriam ter decidido"

Ex-chefão da categoria não concordou com decisão da organização de prova e detalhou o que teria feito de diferente se ainda estivesse no comando

F1 - Bernie Ecclestone diz que cancelar corrida na Bélgica foi um erro: "Pilotos deveriam ter decidido"

Se dependesse de Bernie Ecclestone, ex-CEO da Fórmula 1, haveria a corrida no GP da Bélgica. O ex-chefe da Fórmula 1 disse ao Sportsmail, da publicação britânica Daily Mail, que cancelar a disputa em alta velocidade foi um erro. Para ele, a opinião dos pilotos deveria ter sido levada em conta para saber se era certo ou errado o recomeço em bandeira verde em Spa.

O evento foi oficialmente realizado, mas o resultado foi definido após quatro voltas no total sob o safety car e uma bandeira vermelha que encerrou a prova, com a ordem da qualificação sendo a classificação final, salvo algumas punições e os reparos no carro de Sergio Pérez, valendo metade da pontuação. O vencedor Max Verstappen levou 12.5 para casa e assim por diante.

Leia também:

Alguns pilotos, como o terceiro colocado Lewis Hamilton, foram críticos á decisão da direção de prova. O britânico suspeitou que haveria interesse comercial da F1 em chegar a um resultado oficial, negado veementemente pelo atual presidente Stefano Domenicali.

Ecclestone também divergiu da organização da categoria e endossou as palavras do heptacampeão: "Concordo com Lewis, apesar de não fazer muito isso, mas neste ponto ele estava certo. Eu teria dito às 10h (horário de Brasília), quando a corrida estava prevista para começar, para tentarmos de novo às 11h ou 11h30."

"Se você quiser correr, tudo bem. Não quer? Bem também. Ninguém pode apontar uma arma para a sua cabeça e forçá-lo a fazer isso. Caberia a eles [pilotos]. Se eu estivesse lá, poderia ter dito que o risco era muito grande, mas se quisesse marcar pontos para a equipe e para mim, poderia ter saído para tentar uma volta."

"As pessoas podem tomar suas próprias decisões, isso não é o Afeganistão. Já conduzimos em condições mais difíceis e não cancelamos a corrida", completou.

O GP de domingo não foi o primeiro a "não ser realizado" em Spa. Em 1985, a corrida também foi prejudicada pelo asfalto da pista ter se soltado assim que os carros foram ao circuito. Diferente do que foi feito ontem, a organização da categoria na época adiou a prova, que terminou com vitória de Ayrton Senna.

F1 AO VIVO - FIASCO NA BÉLGICA: tudo sobre a corrida que NÃO ACONTECEU em Spa; Rico Penteado analisa

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

TELEMETRIA: Quem vai se dar bem na segunda metade da temporada de 2020 da F1?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Organização do GP da Bélgica afirma que buscará forma de compensar público em Spa
Artigo anterior

F1: Organização do GP da Bélgica afirma que buscará forma de compensar público em Spa

Próximo artigo

RETA FINAL AO VIVO: F1 AO VIVO: Toda a POLÊMICA na Bélgica, as CRÍTICAS à F1, cartolas SOB PRESSÃO e mais do CAOS em Spa

RETA FINAL AO VIVO: F1 AO VIVO: Toda a POLÊMICA na Bélgica, as CRÍTICAS à F1, cartolas SOB PRESSÃO e mais do CAOS em Spa
Carregar comentários