F1: Ferrari revela causa de abandono de Leclerc na Espanha

Falhas em turbo e no MGU-H tiraram monegasco de uma vitória tranquila em Barcelona

F1: Ferrari revela causa de abandono de Leclerc na Espanha
Carregar reprodutor de áudio

A Ferrari concluiu que o abandono de Charles Leclerc do GP da Espanha de Fórmula 1 foi desencadeado por uma falha de seu turbo e MGU-H.

Leclerc parecia a caminho de conquistar uma vitória confortável no GP da Espanha quando seu carro perdeu potência subitamente na volta 27, enquanto liderava a corrida.

Leia também:

A Ferrari não tinha respostas imediatas sobre o que havia de errado com a unidade de potência na noite de domingo e queria esperar uma análise adequada em sua fábrica em Maranello.

Tendo enviado a unidade quebrada de volta durante a noite, ela começou a trabalhar na segunda-feira para desmontar os componentes e checar a fundo o que aconteceu.

Descobriu-se que tanto o turbo quanto o MGU-H ficaram danificados – o que forçará Leclerc a levar componentes de reposição para a próxima corrida em Mônaco.

Um comunicado da Ferrari disse: “Tendo examinado a UP do carro de Leclerc, descobrimos que o turbo e o MGU-H estão danificados e não podem ser reparados.

“No entanto, tendo analisado completamente a falha e sua causa, estamos convencidos de que não ocorreu por uma falha de projeto ou problema de confiabilidade com esses dois componentes ou quaisquer outros elementos.”

A declaração da Ferrari sugere que o problema foi, portanto, único, causado por circunstâncias externas ou pela maneira como eles estavam sendo usados.

A unidade de potência que Leclerc estava usando na Espanha foi a segunda da temporada, então para o Mônaco a Ferrari terá que decidir se ele volta para os componentes que usou no início da temporada ou se pegará novos.

As regras da F1 limitam os pilotos ao uso de apenas três MGU-H e turbos por toda a temporada, então a perda dessas peças tão cedo abre a possibilidade de uma possível queda no grid no final do ano se ele fizer uso de um quarto conjunto.

A Ferrari explicou após o abandono de Leclerc na Espanha que não houve nenhum aviso sobre qualquer problema com sua unidade de potência durante a corrida.

O chefe da equipe, Mattia Binotto, disse: “Foi um problema repentino. Acho que soubemos primeiro com Charles, primeiro indo ao rádio, e depois com os engenheiros que analisavam os dados. Então foi muito repentino.”

VÍDEO: Qual é o melhor piloto da temporada 2022 da F1 até agora?

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST #178: Será o fim da linha para Vettel e Alonso na F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

 

compartilhar
comentários
GP de Mônaco de F1: Horários e como assistir a etapa de Monte Carlo, com F2
Artigo anterior

GP de Mônaco de F1: Horários e como assistir a etapa de Monte Carlo, com F2

Próximo artigo

RETA FINAL: 'Virada’ de Verstappen contra Leclerc é tônica do campeonato?

RETA FINAL: 'Virada’ de Verstappen contra Leclerc é tônica do campeonato?