F1: Hamilton reclama de vento, pneus e estabilidade, mas mantém otimismo

Inglês reconheceu que ainda tem problemas de estabilidade no W12, mas o vento e os novos pneus Pirelli não estão ajudando desempenho

F1: Hamilton reclama de vento, pneus e estabilidade, mas mantém otimismo

Durante a temporada da Fórmula 1 de 2020, o circuito de Sakhir foi favorável para a Mercedes nas duas corridas. No GP do Bahrain no ano passado, Lewis Hamilton conquistou sua última vitória da temporada, e uma semana depois eles quase chegaram a fazer uma dobradinha, com George Russell e Valtteri Bottas.

Mas esses momentos estão longe da realidade que a equipe alemã vivenciou nesta sexta-feira durante o primeiro dia de treinos oficiais da temporada de 2021, em que Max Verstappen e Red Bull comandaram as duas sessões de uma hora.

Leia também:

"Não estávamos onde queríamos", disse Hamilton no final da sessão de sexta-feira, na qual admitiu que há uma melhora em relação ao que foi exibido há 15 dias nos testes de pré-temporada.

“Este fim de semana parece melhor, mas ainda não está perfeito e sabemos disso. Estamos trabalhando o máximo que podemos."

Hamilton reconheceu que o ritmo exibido pela Red Bull os coloca à frente por enquanto, mas não pode perder de vista o fato de que outras equipes também avançaram.

“Pensávamos que a Red Bull seria rápida e assim foi. Sabemos que eles estão liderando no momento, mas também a McLaren está muito boa. É ótimo vê-los dar esse passo, mas será interessante ver como eles estão se saindo no long run."

Durante o segundo treino, as rajadas de vento alteraram o comportamento de alguns carros, como o Mercedes W12, no entanto, Hamilton reconhece que embora este fator tenha jogado contra ele na sexta-feira, há um problema de estabilidade que se repete desde a pré-temporada.

Quando questionado sobre onde eles precisam avançar para serem mais competitivos, ele disse: "Estabilidade. Se trata de ter um carro estável e como fazer os pneus durarem. Isso vai ser fundamental neste clima e com o vento que temos aqui."

"O vento que tivemos não é o ideal para nós, porque a traseira é instável, mas tenho a certeza que todos estarão na mesma situação, seja em maior ou menor grau."

"Para explicar isso, é sobre quando você se aproxima de uma curva e a extremidade traseira se move, você tenta encontrar o ponto de inflexão, mas pode puxar o ponto de inflexão ainda mais com o máximo de downforce do carro, mas agora ele cai. Muito mais rápido do que normal."

Adicionado ao problema do vento estão os novos compostos da Pirelli. A empresa italiana lançou para 2021 pneus que são a principal causa das mudanças na traseira dos carros com o objetivo de reduzir em 10% o downforce e ajudar na vida útil desses pneus.

“Mas também tem estes pneus, porque com eles perdemos rendimento este ano e isso não adianta. Vamos trabalhar à noite tentando encontrar o caminho.”

"Ainda temos uma colina a subir, mas continuamos otimistas."

Parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

F1 2021: Verstappen mostra força e domina treinos; McLaren e Mercedes vêm na sequência | SEXTA-LIVRE

PODCAST: Temporada 2021 marca nova era na cobertura do esporte a motor na TV?

 

compartilhar
comentários
F1: Norris minimiza bom ritmo da McLaren nos treinos do GP do Bahrein

Artigo anterior

F1: Norris minimiza bom ritmo da McLaren nos treinos do GP do Bahrein

Próximo artigo

F1: Verstappen adverte que sábado será "um dia diferente” no Bahrein

F1: Verstappen adverte que sábado será "um dia diferente” no Bahrein
Carregar comentários