F1 - Leclerc: Ferrari não pode esperar luta com Mercedes no resto de 2021

Apesar da boa performance em Silverstone, monegasco acredita que isso não deve se repetir no resto do campeonato

F1 - Leclerc: Ferrari não pode esperar luta com Mercedes no resto de 2021

Após a batida entre Max Verstappen e Lewis Hamilton, Charles Leclerc tornou-se um dos destaques do GP da Grã-Bretanha de Fórmula 1, liderando 49 das 52 voltas da corrida para terminar em segundo. Mas o monegasco alertou que a Ferrari "não deve esperar" estar em posição para lutar contra a Mercedes no resto do ano como visto em Silverstone.

Em certo momento da prova, Leclerc chegou a abrir nove segundos para os demais pilotos, apesar de ter que lidar com um problema no motor, enquanto Hamilton buscava se recuperar após a colisão e uma punição de 10s.

Leia também:

No final, Hamilton conseguiu dar a volta por cima, caçando Leclerc e passando ele na Copse com três voltas para o fim, conquistando sua 99ª vitória na F1.

Leclerc sentiu certa frustração sobre sua derrota no fim após chegar tão próximo de sua primeira vitória desde o GP da Itália de 2019, e enquanto ele afirmou que a performance provou a força da Ferrari, ele não acha que esse seja um sinal do que esperar no resto do ano.

"Indo para o final de semana, não havia esperança alguma de lutar por uma vitória aqui. Isso mostra o bom trabalho que estamos fazendo como equipe. Não é uma situação fácil, mas a equipe está trabalhando muito bem. Mostramos isso com o segundo lugar".

"Agora precisamos seguir trabalhando, porque é isso que queremos fazer constantemente: lutar por vitórias. Foi ótimo lutar hoje contra Lewis, mas não devemos esperar essa posição pelo resto do ano. Por isso, temos que seguir trabalhando".

O resultado ajudou a Ferrari a reduzir a diferença para a McLaren na luta pelo terceiro lugar no Mundial de Construtores para 15 pontos. Esse foi o primeiro pódio de Leclerc no ano após perder chances em Ímola, Barcelona e Baku, onde terminou em quarto. Esse foi também seu primeiro pódio desde o GP da Grã-Bretanha de 2020.

Questionado se esse era um de seus melhores pódios na F1, Leclerc respondeu: "Sim, dei o meu melhor a cada volta. Não acho que tenha uma volta onde eu tenha cometido um grande erro. E, principalmente no primeiro stint, com os problemas do motor, achei que minha corrida havia acabado".

"Tive que fazer várias coisas no volante mas, sim, acho que lidamos bem com a situação. Conseguimos reduzir o impacto desses problemas no motor pelo resto da corrida".

CLIMA DE GUERRA: Max Wilson teme CONSEQUÊNCIA do acidente de Hamilton e Verstappen para F1; entenda

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Como fica o campeonato após guerra declarada entre Verstappen e Hamilton?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
Lado a lado: compare os carros de 2021 e 2022 da F1
Artigo anterior

Lado a lado: compare os carros de 2021 e 2022 da F1

Próximo artigo

F1: Mercedes estava "desesperada" por bom resultado em Silverstone

F1: Mercedes estava "desesperada" por bom resultado em Silverstone
Carregar comentários