F1: Russell se diz grato por segurança após impacto "assustador" com o pneu de Giovinazzi

Piloto da Williams valorizou o halo, dispositivo de segurança que fica acima do cockpit do carro, e que pode ter evitado acidente pior neste domingo

F1: Russell se diz grato por segurança após impacto "assustador" com o pneu de Giovinazzi

Após um "impacto massivo" com a roda solta de Antonio Giovinazzi no GP da Bélgica de F1 deste domingo (30), George Russell sentiu-se "muito grato" por ter o halo (dispositivo de segurança que fica acima do cockpit) em sua Williams.

Giovinazzi bateu na saída da Les Fagnes na volta 10 da corrida, girando na barreira do lado direito da pista. O carro da Alfa Romeo saltou de volta para a linha de corrida, forçando Russell a tomar uma ação evasiva e bater com sua Williams na parede do lado esquerdo da pista.

Leia também:

Uma roda solta do carro de Giovinazzi atingiu a roda dianteira esquerda do carro de Russell durante a colisão, mas ambos conseguiram sair ilesos de seus carros.

O acidente resultou no safety car sendo acionado enquanto os carros eram removidos e os destroços espalhados pela pista eram limpos, mas não houve necessidade de uma bandeira vermelha.

Falando depois de voltar ao paddock, Russell chamou o acidente de “muito azarado” e disse que não havia “lugar nenhum onde eu pudesse ter ido” para evitar a colisão.

O piloto da Williams também elogiou o halo no cockpit de seu carro, dizendo que era bastante assustador ver um pneu errante vindo em sua direção. “Se eu fosse para a direita, é onde o carro de Antonio estava, e no lado esquerdo da pista, eu tinha um impacto enorme com o pneu”, disse Russell.

“Mas devo dizer que você se sente muito mais seguro no carro agora com o halo. Quando vi este pneu enorme vindo em minha direção, foi bastante assustador para ser honesto”.

“Portanto, sou muito grato por termos este halo no carro agora”.

"Estou bem. Um pouco frustrado, obviamente. Mas às vezes isso é corrida”.

Giovinazzi explicou que sofreu com o carro saindo de traseira da curva, o que o levou a bater. “Só sinto muito pela minha equipe depois do que aconteceu hoje. Mas eu tenho que redefinir minha mente agora para a Itália”, disse.

“Tenho muita pena de [Russell], porque também destruí a corrida dele. Realmente lamentável o que aconteceu com ele. Só sinto muito”.

PÓDIO: Hamilton 'deita e rola' em dia de vexame da Ferrari na F1; Cesar Ramos e Motorsport comentam

PODCAST: na guerra de bastidores dos circuitos, qual é o calendário dos sonhos da F1?

 

compartilhar
comentários
F1: Chefe da Mercedes diz que Ferrari deve questionar decisões de "certos membros"
Artigo anterior

F1: Chefe da Mercedes diz que Ferrari deve questionar decisões de "certos membros"

Próximo artigo

Verstappen: Ter que poupar pneus deixou GP da Bélgica "chato"

Verstappen: Ter que poupar pneus deixou GP da Bélgica "chato"
Carregar comentários