Últimas notícias
Fórmula 1 GP do Bahrein

F1: Vettel ficou "irritado" com bandeiras amarelas que o eliminaram no Q1

Segundo o alemão, o fato de ter desacelerado nas curvas um e oito por causa de Mazepin e Sainz o custaram a vaga no Q2

Sebastian Vettel, Aston Martin AMR21

Sebastian Vettel não teve uma boa primeira classificação com a Aston Martin na Fórmula 1. O tetracampeão saiu "bravo e irritado" após ser eliminado ainda no Q1, com sua segunda volta rápida sendo atrapalhada por bandeiras amarelas, que lhe garantiram apenas a 18ª posição no grid, a frente apenas da dupla da Haas.

Durante uma batalha muito acirrada na primeira parte do treino classificatório, Vettel precisava de uma volta um segundo mais rápida que seu tempo anterior para passar para o Q2. Mas sua tentativa foi interrompida por duas bandeiras amarelas, deixando-o no fundo do grid, enquanto seu companheiro Lance Stroll avançou até o Q3, terminando em décimo.

Leia também:

Primeiro, Vettel teve que reduzir na curva um por causa de uma rodada de Nikita Mazepin com a Haas, depois, na curva oito, o motivo foi Carlos Sainz, que havia perdido potência em sua Ferrari.

Após o treino, Vettel admitiu que estava irritado com o resultado de sua primeira sessão classificatória com a Aston, mas disse que não há motivos para pânico por conta de sua posição de largada.

"Se eu entrasse em pânico não ajudaria", disse Vettel à Sky Sports F1. "Certamente estou irritado e bravo, não foi nossa culpa não passar, mas precisamos aceitar e fazer o que for possível para amanhã".

Quando perguntado pelo Motorsport.com sobre o que havia acontecido em sua perspectiva, Vettel disse que mal conseguiu passar pela chegada para abrir sua volta rápida, por ter sido ultrapassado no último setor.

"O último setor foi uma bagunça, eu estava aquecendo e passei pela linha com menos de um segundo e aí tive duas bandeiras amarelas. Não havia muito que poderia fazer naquele ponto".

Apesar da classificação ruim, Vettel disse que se sente mais em casa agora com seu carro em comparação com os treinos livres, mas admitiu que a Aston "não está onde gostaria", após Stroll terminar em décimo no Q2.

"Não estava feliz nos treinos. Me senti melhor na classificação, mas, obviamente, não consegui fazer uma boa volta. Não estamos onde gostaríamos. E além disso acredito que ainda estou aprendendo, ainda estamos aprendendo. Estamos tentando várias coisas para entender melhor o carro".

"Há potencial para andarmos mais rápido. Acho que temos muito trabalho pela frente. Com sorte, amanhã teremos uma boa corrida. Acho que podemos nos recuperarmos um pouco".

O chefe da Aston Martin, Otmar Szafnauer, reconheceu que Vettel perdeu "mais de quatro décimos" devido às bandeiras amarelas.

"Foram bandeiras nas curvas um e oito, então, naturalmente, ele tirou o pé, perdeu mais de quatro décimos. É uma longa temporada e temos um bom caminho pela frente. Então tudo ficará bem. Ele ainda está animado com a corrida amanhã".

Q4: Verstappen DESTRÓI Mercedes de Hamilton e Bottas na classificação do GP do Bahrein

Parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

PODCAST: Temporada 2021 marca nova era na cobertura do esporte a motor na TV?

 

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Confira como ficou o grid de largada do GP do Bahrein, após punição de Vettel
Próximo artigo Hamilton diz que mudanças na F1 têm objetivo de desacelerar Mercedes

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil