F1 - Williams: Russell está “muito perto” do nível do início da carreira de Hamilton

Dave Robson disse que heptacampeão "sempre teve algo" que sugeria que teria potencial para ter sucesso no automobilismo

F1 - Williams: Russell está “muito perto” do nível do início da carreira de Hamilton

Dave Robson, chefe de desempenho da Williams, acredita que George Russell está chegando "muito perto" das performances iniciais da carreira de Lewis Hamilton na Fórmula 1.

Robson trabalhou na McLaren durante o tempo em que Hamilton era piloto júnior da equipe - onde faria sua estreia na F1 em 2007 e ganharia seu primeiro título mundial um ano depois. 

Leia também:

Ao discutir sobre a conquista das 100 poles da carreira na F1 do piloto da Mercedes, Robson explicou que desde os tempos do piloto britânico na McLaren havia "algo" que ele "sempre teve" que sugeria que teria potencial para ter sucesso no automobilismo. 

O chefe de desempenho da Williams também disse que viu características semelhantes em Russell quando o conheceu antes de sua temporada de estreia na categoria em 2019. 

“Eu acho que definitivamente existem algumas semelhanças lá”, disse Robson, que foi engenheiro de corrida de Jenson Button enquanto ele competiu contra Hamilton na McLaren de 2010-2012.

“E eram óbvios desde a primeira vez que conheci George e o corremos no simulador em Grove."

“Novamente, havia algo. Havia algo ali."

“Acho que o talento está aí. Acho que ele é muito perto de Lewis e tem potencial para chegar lá. Claro que sim." 

Robson também classificou a marca das 100 poles de Hamilton como uma “conquista fenomenal”.

“E fazer isso contra alguns companheiros de equipe bastante impressionantes ao longo do caminho também [é impressionante]”, acrescentou.  

“Eu obviamente não trabalho com ele há alguns anos, mas é algo que ele sempre teve, eu acho."

“Há apenas aquele algo sobre ele. Essa qualidade especial que você realmente não pode definir." 

“Isso era óbvio desde quando ele era apenas um menino e [a McLaren] o levou para testes em Elvington - subindo e descendo a pista."

“Ele estava completamente entediado após 10 minutos. Considerando que a maioria das crianças, quando você os levava para Elvington, eles ficavam maravilhados por estar em um carro de F1 - embora estivessem apenas subindo e descendo a pista."

“E ele era diferente desde o início. Ele simplesmente tem esse talento e essa atitude tremenda. Ele é um talento fenomenal", concluiu.

Galvão, Regi e narradores; ex-diretor de F1 da Globo conta tudo sobre bastidores das transmissões

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Mercedes X Red Bull já pode ser considerada uma das maiores rivalidades da F1?

 

compartilhar
comentários
F1: Veja o que as atualizações dos carros na Espanha revelaram
Artigo anterior

F1: Veja o que as atualizações dos carros na Espanha revelaram

Próximo artigo

F1: Ferrari pede solução "mais simples" para limites de pista

F1: Ferrari pede solução "mais simples" para limites de pista
Carregar comentários