F1: Wolff compreende que equipes são "sacos de vômito" para pilotos irritados

Chefe da Mercedes alegou que sentimentos ficam à flor da pele durante as corridas e a frustração precisa ser extravasada

Lewis Hamilton, Mercedes W13

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, diz que as equipes de Fórmula 1 devem aceitar que são "sacos de vômito" para as frustrações dos pilotos, depois da explosão de Lewis Hamilton no rádio durante o GP da Holanda.

Hamilton ficou furioso depois que a Mercedes optou por manter os pneus médios velhos durante o safety car em Zandvoort, deixando-o exposto em relação à Max Verstappen que havia parado para colocar compostos macios.

Leia também:

A situação mudou ainda mais contra Hamilton quando seu companheiro de equipe George Russell, que inicialmente estava atrás dele e poderia ter atuado como um escudo para Verstappen, também foi aos boxes para colocar pneus de faixa vermelha.

Depois de não conseguir segurar a Verstappen no reinício, e posteriormente ser ultrapassado por Russell, Hamilton deixou falou de forma mais ríspida com a equipe.

"Eu não posso acreditar que vocês me foderam, cara", ele explodiu no rádio. “Eu não posso te dizer o quão chateado estou agora.”

Posteriormente, Hamilton pediu desculpas por ter falado daquela forma com o time, explicando que as emoções da situação tinham chegado até ele. Mas Wolff se livrou do problema de como Hamilton havia reagido, pois disse que as equipes precisam entender que é inevitável que os pilotos tenham que desabafar quando as coisas dão errado.

"Você fica com as emoções à flor da pele, eu também fico na corrida", disse Wolff. "E quando você é um piloto no carro, ela simplesmente sai de você". Você não pode nem mesmo impedir isso."

“Nós somos a lata de lixo, o saco de vômito no avião, e estamos levando tudo isso porque precisamos. Sempre foi assim na relação entre o piloto frustrado e o pit wall.”

Toto Wolff, Team Principal and CEO, Mercedes AMG

Toto Wolff, Team Principal and CEO, Mercedes AMG

Photo by: Mark Sutton / Motorsport Images

Wolff disse que as coisas rapidamente se acalmaram com Hamilton após a corrida, enquanto analisavam as escolhas de estratégia e explicavam por que a equipe achava que apostar pela vitória era melhor do que simplesmente aceitar um segundo lugar garantido.

“Nós sentamos juntos e discutimos a estratégia da corrida", disse ele. “Foi algo que esta manhã decidimos arriscar.

"Realmente saiu pela culatra para ele. Acho que no geral as circunstâncias, acho que ter Max atrás dele e coisas assim, foi totalmente desagradável. Mas há mais pontos positivos a serem considerados. E é sobre isso que também conversamos: que o carro é mais rápido.”

Wolff também diz que há uma inevitabilidade de que, quando uma equipe se divide por não ter certeza do que é melhor, que o piloto do lado perdedor fique chateado.

“É tremendamente difícil realmente fazer o julgamento certo, especialmente se você tem dois pilotos que estão competindo entre si também.

“Tivemos 10 anos disso: um vai ficar chateado e o outro vai ficar feliz. E essas são as oscilações que precisamos, de certa forma, equilibrar e apenas reconhecer que a frustração de um lado é sempre grande.”

Falando mais tarde sobre seus sentimentos durante a conversa no rádio, Hamilton disse que foi desencadeado ao ver uma vitória potencial sendo arrancada de suas mãos.

“Eu sabia que tinha perdido, antes do reinício, quando sabia que todos atrás de mim estavam com o pneu macio”, disse ele. “Eu sabia que era isso. Não havia nenhuma maneira que eu iria segurá-los atrás de mim.

“Eu não peço desculpas pela minha paixão porque é assim que sou feito e nem sempre acerto. Mas peço desculpas à minha equipe pelo que eu disse, porque foi no calor do momento”.

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Marko também se reuniu com Enzo Fittipaldi para 2023; entenda
Próximo artigo RETA FINAL: Drugovich no GP Brasil pela AlphaTauri? Red Bull conversa com Enzo e Herta; veja debate sobre GP da Holanda

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil