ESPECIAL F1 2021: Conheça pilotos, equipes e o que está em jogo na nova temporada

Apesar de ser vendido como um ano "similar" a 2020, nova temporada da F1 traz mudanças no grid, na área técnica e até mesmo no formato dos fins de semana

ESPECIAL F1 2021: Conheça pilotos, equipes e o que está em jogo na nova temporada

Falta pouco! Neste final de semana, a Fórmula 1 dá o pontapé inicial para a sua temporada 2021 com o GP do Bahrein, mesmo palco da pré-temporada, realizada há cerca de duas semanas. E mesmo com um "congelamento" por conta da pandemia, a principal categoria do automobilismo mundial vem com diversas novidades.

São mudanças que envolvem 'novas' equipes, pilotos que passam a defender novos times, além de modificações técnicas, financeiras e esportivas que devem mexer com a F1. Por isso, o Motorsport.com montou um guia completo da F1 2021 para você chegar por dentro de tudo.

Leia também:

Pilotos de casa nova e um heptacampeão em busca de uma marca inédita

Dos 20 pilotos do grid da F1, oito são novatos ou estão estreando em novas equipes. Entre os recém-chegados, temos Yuki Tsunoda, na AlphaTauri, o primeiro piloto nascido nos anos 2000, além da dupla da Haas, Mick Schumacher e Nikita Mazepin. Enquanto o japonês já surpreendeu na pré-temporada, Schumacher e Mazepin se preparam para uma campanha difícil com a Haas, que já está focada em 2022.

Entre os pilotos em casas novas, quatro deles devem ajudar a esquentar ainda mais a luta do pelotão do meio, com o simbólico título de "melhor do resto". Daniel Ricciardo (McLaren), Fernando Alonso (Alpine), Carlos Sainz (Ferrari) e Sebastian Vettel (Aston Martin) devem ser peças importantes nesta luta.

Assim como em anos anteriores, o heptacampeão Lewis Hamilton deve ser um dos protagonistas da temporada, enquanto busca a marca de oito títulos mundiais, algo inédito na categoria. Mas, apesar de ser o favorito novamente, Hamilton pode ter alguns desafios em 2021, como a Red Bull de Max Verstappen e Sergio Pérez, que parece estar melhor neste ano, além de seu próprio companheiro de Mercedes, Valtteri Bottas, que promete (mais uma vez) que baterá de frente com o britânico.

Conheça os 20 pilotos da F1 2021 e suas equipes

Lewis Hamilton, Mercedes

Lewis Hamilton, Mercedes
1/20

Foto de: Steven Tee / Motorsport Images

Valtteri Bottas, Mercedes

Valtteri Bottas, Mercedes
2/20

Foto de: Daimler AG

Max Verstappen, Red Bull Racing

Max Verstappen, Red Bull Racing
3/20

Foto de: Charles Coates / Motorsport Images

Sergio Pérez, Red Bull Racing

Sergio Pérez, Red Bull Racing
4/20

Foto de: Red Bull Racing

Daniel Ricciardo, McLaren

Daniel Ricciardo, McLaren
5/20

Foto de: Daniel Ricciardo

Lando Norris, McLaren

Lando Norris, McLaren
6/20

Foto de: Steven Tee / Motorsport Images

Charles Leclerc, Ferrari

Charles Leclerc, Ferrari
7/20

Foto de: Ferrari

Carlos Sainz, Ferrari

Carlos Sainz, Ferrari
8/20

Foto de: Charles Coates / Motorsport Images

Sebastian Vettel, Aston Martin

Sebastian Vettel, Aston Martin
9/20

Foto de: Aston Martin

Lance Stroll, Aston Martin

Lance Stroll, Aston Martin
10/20

Foto de: Charles Coates / Motorsport Images

Fernando Alonso, Alpine

Fernando Alonso, Alpine
11/20

Foto de: Glenn Dunbar / Motorsport Images

Esteban Ocon, Alpine

Esteban Ocon, Alpine
12/20

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

Pierre Gasly, Alpha Tauri

Pierre Gasly, Alpha Tauri
13/20

Foto de: Scuderia Alpha Tauri

Yuki Tsunoda, Alpha Tauri

Yuki Tsunoda, Alpha Tauri
14/20

Foto de: Scuderia Alpha Tauri

Kimi Raikkonen, Alfa Romeo

Kimi Raikkonen, Alfa Romeo
15/20

Foto de: Alfa Romeo

Antonio Giovinazzi, Alfa Romeo

Antonio Giovinazzi, Alfa Romeo
16/20

Foto de: Alfa Romeo

Mick Schumacher, Haas

Mick Schumacher, Haas
17/20

Foto de: Haas F1 Team

Nikita Mazepin, Haas

Nikita Mazepin, Haas
18/20

Foto de: Haas F1 Team

George Russell, Williams

George Russell, Williams
19/20

Foto de: Williams

Nicholas Latifi, Williams

Nicholas Latifi, Williams
20/20

Foto de: Williams

A chance de uma briga pela ponta e a promessa do pelotão do meio

Apesar de não ser um parâmetro oficial de performance, a pré-temporada deixou uma boa impressão nos fãs, com a Red Bull mostrando uma boa forma e prometendo estar mais presente na luta pela ponta do grid. Mas, apesar de um final de semana problemático, a Mercedes segue sendo a grande favorita para 2021, em busca de sua oitava dobradinha consecutiva de pilotos e construtores.

Mais para baixo, o pelotão do meio promete ser novamente um dos grandes destaques da F1 2021. Na luta pelo título de "melhor do resto", podemos apontar quatro, talvez cinco candidatas: McLaren, Ferrari e Alpine, que foram bem na pré-temporada, Aston Martin, que chega na esteira do sucesso da Racing Point em 2020, além da AlphaTauri, que em 2020 foi um 'lado B' do pelotão do meio, mas que parece ter diminuído a diferença para os demais neste ano.

Já o fundo do grid representa uma interrogação para muitos. Enquanto a Alfa Romeo deu bons indicativos em sua pré-temporada e a Williams parece dar sequência à evolução vista em 2020, a Haas parece ter dado passos para trás, ao abandonar o desenvolvimento do carro deste ano muito cedo para focar no trabalho para 2022.

Conheça as pinturas dos carros da F1 2021:

Mercedes W12

Mercedes W12
1/10

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

Pilotos: Lewis Hamilton e Valtteri Bottas

Red Bull RB16B

Red Bull RB16B
2/10

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

Pilotos: Max Verstappen e Sergio Pérez

Ferrari SF21

Ferrari SF21
3/10

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

Pilotos: Charles Leclerc e Carlos Sainz

McLaren MCL35M

McLaren MCL35M
4/10

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

Pilotos: Lando Norris e Daniel Ricciardo

Alpine A521

Alpine A521
5/10

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

Pilotos: Fernando Alonso e Esteban Ocon

Aston Martin AMR21

Aston Martin AMR21
6/10

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

Pilotos: Sebastian Vettel e Lance Stroll

AlphaTauri AT02

AlphaTauri AT02
7/10

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

Pilotos: Pierre Gasly e Yuki Tsunoda

Alfa Romeo C41

Alfa Romeo C41
8/10

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

Pilotos: Kimi Raikkonen e Antonio Giovinazzi

Haas VF-21

Haas VF-21
9/10

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

Pilotos: Mick Schumacher e Nikita Mazepin

Williams FW43B

Williams FW43B
10/10

Foto de: Mark Sutton / Motorsport Images

Pilotos: George Russell e Nicholas Latifi

Em meio à pandemia, um calendário recorde com 23 GPs

Mesmo com a pandemia ainda afetando a maioria dos países do mundo, a F1 apostou em um plano ousado, e espera fazer a maior temporada de sua história em 2021, com um total de 23 GPs.

O calendário de 2021 traz duas novidades: o GP da Holanda, que já deveria ter estreado em 2020, mas acabou cancelado devido ao impacto da pandemia, e a Arábia Saudita, no novo circuito de rua de Jeddah, que teve seu traçado revelado na semana passada. Além disso, a etapa brasileira volta ao calendário com um novo nome: GP de São Paulo, devido ao novo contrato da F1, feito diretamente com a prefeitura da capital paulista.

Mas os efeitos da Covid-19 já foram sentidos no calendário antes mesmo do início da temporada. Ainda em janeiro, a F1 optou pelo adiamento do GP da Austrália, que seria a etapa de abertura, devido ao fato do país ainda estar com suas fronteiras fechadas. Outra prova impactada foi a da China, retirada do calendário, apesar da categoria afirmar que busca recolocá-la.

Etapa Local Data
1 GP do Bahrein (Sakhir) 28 de março
2 GP da Emilia Romagna (Ímola) 18 de abril
3 GP de Portugal (Portimão) 02 de maio
4 GP da Espanha (Barcelona) 9 de maio
5 GP de Mônaco (Mônaco) 23 de maio
6 GP do Azerbaijão (Baku) 6 de junho
7 GP do Canadá (Montreal) 13 de junho
8 GP da França (Paul Ricard) 27 de junho
9 GP da Áustria (Red Bull Ring) 4 de julho
10 GP da Grã-Bretanha (Silverstone) 18 de julho
11 GP da Hungria (Hungaroring) 1º de agosto
12 GP da Bélgica (Spa Francorchamps) 29 de agosto
13 GP da Holanda (Zandvoort) 5 de setembro
14 GP da Itália (Monza) 12 de setembro
15 GP de Rússia (Sochi) 26 de setembro
16 GP da Singapura (Marina Bay) 3 de outubro
17 GP do Japão (Suzuka) 10 de outubro
18 GP dos EUA (Circuito das Américas) 24 de outubro
19 GP do México (Hermanos Rodriguez) 31 de outubro
20 GP de São Paulo (Interlagos) 07 de novembro
21 GP da Austrália (Melbourne) 21 de novembro
22 GP da Arábia Saudita (Jeddah) 05 de dezembro
23 GP de Abu Dhabi (Abu Dhabi) 12 de dezembro

Um ano de mudanças técnicas, financeiras e esportivas...

Mesmo com o regulamento congelado por conta do impacto financeiro da pandemia, a FIA e a F1 introduziram uma série de mudanças para 2021, que mexem com os três principais pilares do esporte: o lado técnico, o financeiro e o esporte propriamente dito.

Começando com a área técnica, apesar da F1 ter votado pela manutenção dos carros de 2020 por mais um ano, adiando a introdução do novo regulamento técnico para 2022, algumas mudanças foram anunciadas para os modelos deste ano.

As principais mudanças lidam com a traseira do carro, com o objetivo de reduzir o downforce produzido pelos carros, que estavam afetando os pneus da Pirelli. Essas modificações incluem cortes no assoalho, logo à frente dos pneus traseiros, além dos dutos de freio traseiros e o difusor. O objetivo era reduzir em cerca de 10% o downforce, mas a Pirelli acredita que as equipes já recuperaram metade disso.

Mercedes F1 W12 floor detail

Mercedes F1 W12 floor detail

Photo by: Giorgio Piola

E para resolver problemas pontuais dos carros de 2020, a F1 deu às equipes duas fichas de desenvolvimento para cada uma gastar como quisesse. Algumas equipes, como a AlphaTauri e a Alfa Romeo utilizaram as fichas para refazer o bico do carro, enquanto a Ferrari preferiu mexer na traseira do carro.

No lado financeiro, a F1 traz uma das maiores revoluções de sua história, introduzindo pela primeira vez um teto orçamentário, que limita a quantidade de dinheiro que as equipes podem gastar no desenvolvimento de seus carros. Esse dispositivo visa, a médio e longo prazo, tornar o grid mais nivelado, evitando grandes disparidades de performance.

Finalmente, no lado esportivo, a F1 vai testar neste ano um novo formato de final de semana, que pode ser adotado em 2022. Com testes em Silverstone, Monza e Interlagos, esse modelo consiste na realização de uma corrida classificatória no sábado, de menor duração (cerca de um terço de um GP).

Com isso, o tradicional classificatório passaria a ser realizado na sexta, seguido da corrida classificatória no sábado e o GP no domingo. Mas apesar de ter apoio das equipes, o modelo divide pilotos e fãs. A ver como ficará no futuro.

A temporada 2021 começa neste final de semana, e o no Motorsport.com você acompanha a melhor cobertura da F1, com um conteúdo completo em nosso site, além do canal oficial no YouTube, com programas de quarta a segunda fazendo uma análise completa de todos os finais de semana de GP. Para acessar o canal e se inscrever para não perder nenhuma novidade, clique aqui.

RETA FINAL: Max Wilson comenta cobertura da Band na F1 e analisa a temporada 2021

Parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

PODCAST: Mercedes pode ter reinado derrubado após dificuldades na pré-temporada?

 

compartilhar
comentários
RETA FINAL: Max Wilson comenta cobertura da Band na F1 e analisa a temporada 2021

Artigo anterior

RETA FINAL: Max Wilson comenta cobertura da Band na F1 e analisa a temporada 2021

Próximo artigo

Gasly faz relato emocionante sobre a morte de Hubert e rebaixamento da Red Bull em 2019

Gasly faz relato emocionante sobre a morte de Hubert e rebaixamento da Red Bull em 2019
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Autor Guilherme Longo