Hamilton diz que F1 "não pode perder seu DNA", devendo manter circuitos tradicionais

Heptacampeão gosta da direção que F1 toma com calendário, mas pede cautela e a manutenção das pistas mais tradicionais

Lewis Hamilton, Mercedes-AMG

Nos últimos anos, o calendário da Fórmula 1 mudou bastante, com o aumento de GPs e o tipo de circuitos que recebem o mundial, com a entrada de autódromos novos e pistas de rua. E apesar de estar contente com a direção recente do esporte, Lewis Hamilton pede que a F1 não perca seu DNA, mantendo os circuitos tradicionais no calendário.

Em especial, os circuitos urbanos vêm ganhando espaço no calendário com provas nas grandes metrópoles, enquanto as pistas tradicionais seguem lutando para se manterem no esporte.

Leia também:

Um dos maiores detratores dos novos circuitos é Max Verstappen, com o bicampeão torcendo para que a F1 encontre um equilíbrio no calendário entre as novas pistas e os palcos tradicionais.

E apesar de estar contente com o caminho novo da F1, explorando novos lugares que oferecem desafios para equipes e pilotos, Hamilton segue sendo majoritariamente um fã dos circuitos tradicionais.

"Gosto da direção que estão tomando. Gosto dessa mudança que estamos vendo. É interessante ir para outros continentes e circuitos. Já estivemos em todos e espero que logo estejamos na África. Será uma grande experiência para todos, conhecendo a cultura dali. Também será um desafio para os engenheiros e pilotos".

Hamilton admite que gosta dos circuitos tradicionais: "Sempre darei preferência a eles".

Mas o heptacampeão olha para além de sua própria geração, sabendo que os fãs mais jovens crescem vendo pistas como Arábia Saudita, Miami e Catar no calendário.

"Talvez daqui a 20 ou 30 anos, as crianças vejam [Miami] como um circuito histórico, mas para nós é novo. Mas os velhos clássicos, como Hungria, Silverstone, Zandvoort e Monza sempre serão especiais".

"É importante que mantenhamos o DNA da F1. E, pelo que sei, Stefano [Domenicali, CEO da F1] não tem planos de descartar essas provas. É bom que tenhamos um equilíbrio entre as provas".

Binotto na Alpine? Ex-Renault, Rico Penteado comenta possibilidade e critica CEO da equipe

Podcast Motorsport.com debate: F1 chata? Culpa é da Red Bull ou dos carros atuais?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Ex-chefe de equipe acredita que Ricciardo não teria o mesmo desempenho de Pérez
Próximo artigo Paddock da F1 é evacuado do circuito de Ímola por risco de inundação

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil