Hülkenberg: comissários fizeram vista grossa para Hamilton

Para piloto da Force India, comissários de prova "distorceram regras" para não punir Lewis Hamilton após o britânico passar reto na curva 1 durante a largada do GP do México

Hülkenberg: comissários fizeram vista grossa para Hamilton
Nico Hulkenberg, Sahara Force India F1 on the drivers parade
Nico Hulkenberg, Sahara Force India F1 VJM09
Nico Hulkenberg, Sahara Force India F1 VJM09, Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB12
Nico Hulkenberg, Sahara Force India F1 VJM09
Nico Hulkenberg, Sahara Force India F1 VJM09
Nico Hulkenberg, Sahara Force India F1 VJM09
Nico Hulkenberg, Sahara Force India F1 VJM09
Nico Hulkenberg, Sahara Force India F1 VJM09

A largada do GP do México ainda é assunto no paddock da Fórmula 1. Nico Hülkenberg não ficou satisfeito com o critério dos comissários de prova. Ao chegar na curva 1, Hamilton travou as rodas e passou reto, retornando à pista na curva 3 com uma vantagem considerável sobre Nico Rosberg.

Embora o britânico tenha alegado que não tirou vantagem do incidente, Hülkenberg revelou não ter entendido o motivo pelo qual o piloto da Mercedes saiu ileso da manobra.

"O que aconteceu com Lewis na largada foi um pouco estranho. Digo, se aquilo não configura ganhar vantagem, eu não sei o que configuraria. Se tivesse uma caixa de brita ou um muro ali, ele teria muitos problemas. Então eu não sei, acho que eles distorceram as regras um pouco", disse.

Quando informado que Hamilton argumentou que os freios estavam vitrificados e por isso ele passou reto, o germânico respondeu: "Bom, se você tem seus freios vitrificados, eles ficarão assim pelo resto da corrida. Então estou surpreso que ele tenha vencido mesmo assim", afirmou.

Sem restrições à manobra de Verstappen na largada

Hülkenberg também comentou a disputa entre Nico Rosberg e Max Verstappen na curva 1 - o alemão também foi para fora da pista, mas retornou imediatamente à frete do holandês.

Para o piloto da Force India, a disputa foi normal e a falta de aderência no estreito trecho não contribuiu para que houvesse espaço para os dois seguirem na pista.

"Fato é que, na largada, todos lutam por cada centímetro na curva 1, freando no limite e com os carros escorregando. Do que vi, Max não alargou a trajetória para jogar Rosberg para fora, ele apenas escorregou e aconteceu o que aconteceu", disse.

"Nico estava por fora, eles estavam lado a lado e Rosberg acabou indo para fora da pista. De certa forma, acabou sendo vantajoso para Nico, pois ele pôde cortar a curva e usar o incidente como justificativa", completou.

compartilhar
comentários
Chefe da Mercedes vê título nas mãos de Rosberg
Artigo anterior

Chefe da Mercedes vê título nas mãos de Rosberg

Próximo artigo

FIA investiga mensagens e pode punir Vettel por palavrão

FIA investiga mensagens e pode punir Vettel por palavrão
Carregar comentários