McLaren: novo combustível para ganhar um décimo de segundo

Ao lado da Honda, equipe aposta em nova especificação da ExxonMobil para evoluir no GP do Canadá

McLaren: novo combustível para ganhar um décimo de segundo
Jenson Button, McLaren MP4-31
Jenson Button, McLaren MP4-31
Fernando Alonso, McLaren MP4-31
Jenson Button, McLaren Honda
Fernando Alonso, McLaren MP4-31
Jenson Button, McLaren Honda F1 Team MP4-31
Jenson Button, McLaren MP4-31
Carregar reprodutor de áudio

A McLaren e a Honda apostam em novo combustível em Montreal para tentar obter alguma melhoria.  A nova especificação, criada nos EUA e testada nos novos dinamômetros da Honda, no Japão, é a primeira desde o início da temporada.

“Estamos trazendo um novo combustível para o GP do Canadá no qual estivemos trabalhando junto à Honda”, disse Bruce Crawley, da ExxonMobil, ao Motorsport.com.

“É um novo conceito, e bem diferente do que todo mundo tem feito. É parte de um programa permanente de desenvolvimento que agora está em seu terceiro ano”.

"Tivemos um avanço significativo em Melbourne com melhoria de performance em relação ao combustível de 2015. Agora, esse novo combustível para Montreal representa cerca de 1% de aumento de potência”.

"Em números arredondados isso é cerca de 5kW, ou um décimo de segundo, dependendo do circuito em que você estiver”, garantiu Crawley.

A ExxonMobil também antecipou ao menos mais duas futuras evoluções ainda nesta temporada. “Já identificamos o combustível para a próxima mudança e depois ainda teremos um outro mais à frente. Nosso programa de desenvolvimento está mais intenso agora do que no ano passado. Em 2015 tivemos quatro atualizações. Este ano esperamos fazer pelo menos quatro especificações”.

"A nova fórmula é feita sob medida para o motor. Tudo tem de estar sincronizado para se extrair o máximo possível de performance", finalizou

 

compartilhar
comentários
Sauber diz que não havia nada de errado com chassi de Nasr
Artigo anterior

Sauber diz que não havia nada de errado com chassi de Nasr

Próximo artigo

Por futebol, Globo deixa de exibir ao vivo GP do Canadá

Por futebol, Globo deixa de exibir ao vivo GP do Canadá
Carregar comentários