Fórmula 1
24 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
14 nov
-
17 nov
Evento encerrado
28 nov
-
01 dez
Evento encerrado

Wolff: saída de Raikkonen da Ferrari é um golpe para a F1

compartilhar
comentários
Wolff: saída de Raikkonen da Ferrari é um golpe para a F1
Por:
21 de dez de 2018 14:21

A saída de Kimi Raikkonen da Ferrari ao fim desta temporada foi classificada por Toto Wolff, chefe da Mercedes, como uma “golpe” a todos na F1.

Depois de cinco anos em Maranello, Raikkonen está de mudança para a Sauber, já que seus chefes optaram por trazer Charles Leclerc ao seu lugar.

Raikkonen teve uma temporada forte em 2018, com pole position na Itália e vitória nos Estados Unidos, e se mantém como um piloto popular no grid.

Wolff acredita que a F1 sofrerá por não tê-lo andando entre os ponteiros. “Acho que muda muito para a F1 que Kimi não esteja em uma Ferrari, um carro que seja capaz de vencer corridas”, disse, em entrevista da qual o Motorsport.com participou.

“Ele é um personagem formidável. Ele é uma das poucas pessoas da atualidade e com a idade, com redes sociais e os egos fora de controle, que se mantêm verdadeiros consigo mesmos.”

“Ele tem seus valores e se mantém fiel a eles, e ele é autêntico. É disso que os fãs adoram. Então, Kimi não estar na Ferrari é um golpe para todos nós.”

“Mas pelo menos ele não está fora completamente. Ele estará na Sauber, e é uma pena que, com Fernando [Alonso] indo completamente e Kimi indo para a Sauber, que estejamos perdendo duas incríveis personalidades de certa forma. A combinação entre Kimi e Ferrari era atrativa.”

Apesar de a Sauber ser um passo atrás considerável para Raikkonen, Wolff está convencido de que o campeão de 2007 fez a coisa certa em se manter na F1.

“Kimi diz que está gostando das coisas com a Sauber, mas a Sauber provou ser o carro melhor do resto”, disse Wolff.

“Ela também fica a 40 minutos de sua casa, então ele poderá permanecer em casa. Acho que, com Fred [Vasseur, chefe da sauber], eles têm um grupo de competidores e uma relação forte com a Ferrari, então por que ele não continuaria trabalhando com o que ele gosta?”

 “Nós somos movidos por aquilo que ele deveria fazer: deveria ele deixar a F1 porque não está mais em um carro vencedor? Mas estamos todos aqui para ser felizes e estamos aqui para aproveitar. Se guiar é algo que ele realmente gosta, então ele está certo em seguir sua paixão.”

Kimi Raikkonen, Sauber C37

Kimi Raikkonen, Sauber C37

Photo by: Joe Portlock / LAT Images

Próximo artigo
Gasly: Correr ao lado de Verstappen é “grande oportunidade”

Artigo anterior

Gasly: Correr ao lado de Verstappen é “grande oportunidade”

Próximo artigo

FIA explica como funcionará testes de CFD irrestritos

FIA explica como funcionará testes de CFD irrestritos
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Kimi Raikkonen Compre Agora
Autor Jonathan Noble