Fórmula 1 Fórmula E IndyCar
28 ago
Evento encerrado
12 set
Evento encerrado
NASCAR Cup
19 set
Evento encerrado
R
Las Vegas II
27 set
Próximo evento em
3 dias
Stock Car Brasil
R
Londrina II
11 set
Evento encerrado
16 out
Próximo evento em
22 dias
MotoGP
15 out
Próximo evento em
21 dias

Alonso, após testes em Daytona: “Precisamos de mais ritmo”

compartilhar
comentários
Alonso, após testes em Daytona: “Precisamos de mais ritmo”
Por:
Traduzido por: Daniel Betting

Bicampeão mundial de Fórmula 1, Fernando Alonso, admite que a United Autosports precisa encontrar mais ritmo no seu Ligier JS P217 depois de terminar o teste das 24 Horas de Daytona fora do top 10

Fernando Alonso, United Autosports
#23 United Autosports Ligier LMP2: Phil Hanson, Lando Norris, Fernando Alonso, #32 United Autosports
#23 United Autosports Ligier LMP2: Phil Hanson, Lando Norris, Fernando Alonso
Fernando Alonso, United Autosports
Fernando Alonso, United Autosports
Fernando Alonso, United Autosports gets into the car for his first stint
Lando Norris, Fernando Alonso, Phil Hanson, United Autosports
Casco especial de Fernando Alonso para las 24h de Daytona

Alonso fez a volta mais rápida da Ligier da United Autosports na sessão de pré-classificação das 24 Horas de Daytona deste domingo, mas foi apenas o 12º mais rápido, a 1s7 do tempo de Felipe Nasr, o mais veloz do treino.

"Ainda há pequenas mudanças acontecendo e é o mesmo com o desempenho do carro", disse Alonso. "É óbvio que é o início dos dias, só estamos testando, mas precisamos encontrar mais ritmo e espero sermos mais competitivos quando voltarmos para a corrida".

O teste de três dias foi dominado pelo Cadillac DPis, com as equipes Action Express, Wayne Taylor Racing e Spirit of Daytona dividindo os tempos mais rápidos nas sete sessões.

Alonso disse que sua prioridade durante o fim de semana era acostumar-se a dividir o carro com os companheiros Lando Norris e Phil Hanson. Ele admitiu que foi difícil ajustar todo o trabalho necessário nas sessões de teste, que variaram de 45 minutos a duas horas de duração.

"A quantidade de voltas não é enorme, mas é melhor do que nada e me sinto mais preparado agora para a corrida, com certeza", disse. "Foi um bom fim de semana para trabalhar com os caras, com a equipe, com os companheiros de equipe e entrar neste modo de compartilhar tudo e se adaptar e fazer compromissos entre todos nós para ser completamente feliz”.

"Essa foi a principal prioridade para o fim de semana e é o que conseguimos. Isso foi o fato positivo”.

"Provavelmente a maior surpresa foi o pouco tempo que você gastou no carro. As sessões não foram muito longas e você compartilha o carro e perde um pouco tempo nas mudanças de pilotos, nas mudanças de set-up e você acaba fazendo poucas voltas”.

"Essa foi talvez a surpresa e o que estava faltando neste fim de semana, mas acho que isso faz parte do jogo e nas 24 horas vamos acumular voltas suficientes com certeza".

Alonso esperava a condução noturna e lidar com o trânsito de carros mais lentos como as principais coisas a serem ajustadas, mas encontrou o caminho.

"Não foi grande diferença em relação ao dia. Também na F1, temos algumas corridas noturnas no Bahrain, Cingapura e Abu Dhabi. O circuito está bem iluminado aqui, talvez não seja como outros circuitos de resistência, então não encontrei grandes problemas”.

"Mesmo com o trânsito, o que eu tinha um pouco de medo. Sempre há alguns momentos e alguns riscos quando você está ultrapassando carros aqui e ali ou se eles estão lutando entre si, mas isso é normal e todos enfrentarão, não só nós os novatos. Então, é algo que devemos estar preparados para a corrida também".

"Ainda há pequenas mudanças acontecendo e é o mesmo com o desempenho do carro", disse Alonso. "É óbvio que é o início dos dias, só estamos testando, mas precisamos encontrar mais ritmo e espero sermos mais competitivos quando voltarmos para a corrida".

O teste de três dias foi dominado pelo Cadillac DPis, com as equipes Action Express, Wayne Taylor Racing e Spirit of Daytona dividindo os tempos mais rápidos nas sete sessões.

Alonso disse que sua prioridade durante o fim de semana era acostumar-se a dividir o carro com os companheiros Lando Norris e Phil Hanson. Ele admitiu que foi difícil ajustar todo o trabalho necessário nas sessões de teste, que variaram de 45 minutos a duas horas de duração.

"A quantidade de voltas não é enorme, mas é melhor do que nada e me sinto mais preparado agora para a corrida, com certeza", disse. "Foi um bom fim de semana para trabalhar com os caras, com a equipe, com os companheiros de equipe e entrar neste modo de compartilhar tudo e se adaptar e fazer compromissos entre todos nós para ser completamente feliz”.

"Essa foi a principal prioridade para o fim de semana e é o que conseguimos. Isso foi o fato positivo”.

"Provavelmente a maior surpresa foi o pouco tempo que você gastou no carro. As sessões não foram muito longas e você compartilha o carro e perde um pouco tempo nas mudanças de pilotos, nas mudanças de set-up e você acaba fazendo poucas voltas”.

"Essa foi talvez a surpresa e o que estava faltando neste fim de semana, mas acho que isso faz parte do jogo e nas 24 horas vamos acumular voltas suficientes com certeza".

Alonso esperava a condução noturna e lidar com o trânsito de carros mais lentos como as principais coisas a serem ajustadas, mas encontrou o caminho.

"Não foi grande diferença em relação ao dia. Também na F1, temos algumas corridas noturnas no Bahrain, Cingapura e Abu Dhabi. O circuito está bem iluminado aqui, talvez não seja como outros circuitos de resistência, então não encontrei grandes problemas”.

"Mesmo com o trânsito, o que eu tinha um pouco de medo. Sempre há alguns momentos e alguns riscos quando você está ultrapassando carros aqui e ali ou se eles estão lutando entre si, mas isso é normal e todos enfrentarão, não só nós os novatos. Então, é algo que devemos estar preparados para a corrida também".

Nasr mantém domínio e lidera pré-classificação em Daytona

Artigo anterior

Nasr mantém domínio e lidera pré-classificação em Daytona

Próximo artigo

Líder em Daytona, Nasr admite: “Demos tudo o que tínhamos”

Líder em Daytona, Nasr admite: “Demos tudo o que tínhamos”
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria IMSA
Evento Daytona January testing
Localização Daytona International Speedway
Pilotos Fernando Alonso
Autor Matt Beer