Domenicali: Hamilton é "insubstituível" na F1

Stefano Domenicali quer que Lewis Hamilton continue na Fórmula 1, pois é um piloto "insubstituível" para a categoria mais alta do automobilismo

Lewis Hamilton, Mercedes-AMG

Steve Etherington / Motorsport Images

Lewis Hamilton estreou na Fórmula 1 em 2007 com a McLaren e, após uma primeira temporada em que provou o seu valor, mas foi marcado por toda a polémica que teve grande foco na equipe de Woking, em 2008 conquistou o seu primeiro campeonato de pilotos ao derrotar Felipe Massa por um ponto em um GP do Brasil que entrou para a história.

Leia também:

Alguns anos depois, em 2013, o piloto britânico fez uma mudança que seria a melhor decisão de sua carreira esportiva, assinando com a Mercedes. Ao lado dos alemães, Hamilton conquistou nada mais e nada menos que seis títulos entre 2014 e 2020, o que o colocou como o piloto de maior sucesso de todos os tempos junto com Michael Schumacher, ambos com sete campeonatos em seus gabinetes.

No entanto, a situação do time das flechas de prata mudou muito desde então, já que a mudança regulatória de 2022 os pegou com o pé esquerdo e parece que lutar por vitórias agora é um sonho impossível para a Mercedes. No final de 2023, o contrato de Hamilton com a equipe alemã chegará ao fim e, por enquanto, o acordo para a renovação não parece muito próximo a julgar pelas palavras do diretor da equipe, Toto Wolff.

Mas o presidente da Fórmula 1, Stefano Domenicali, está confiante de que o heptacampeão eventualmente renovará, pois acredita que o heptacampeão mundial é "insubstituível" para a categoria.

"100 por cento, sim, 100 por cento, até 1.000 por cento, eu diria, quero que ele fique conosco", disse Domenicali ao Daily Mail . "Não quero aconselhar Lewis, porque seria desrespeitoso com Toto."

"E Lewis tem tanta experiência que tenho certeza que ele não precisa da minha opinião, porque ele sabe o que quer", continuou. "Ele adora este esporte. Pratica desde criança ".

"Agora, seu papel na Fórmula 1 é mais do que ser um campeão mundial normal, pois ele está envolvido em muitas coisas fora do esporte e também tem um papel ativo na sociedade. Ele está nos levando a novas dimensões como piloto e como pessoa", concluiu Stefano Domenicali.

ASTON MARTIN-HONDA CONFIRMADA na F1 2026: Detalhes, como RBR/Mercedes são IMPACTADAS e fator ALONSO

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast: Aston-Honda na F1 2026: Detalhes, como RBR/Merc são impactadas e 'fator Alonso'

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior TELEMETRIA: Rico Penteado analisa GP de Mônaco e parceria entre Aston e Honda
Próximo artigo Podcast #231: Diante das broncas de Verstappen e Hamilton, a F1 está perdendo DNA?

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil