F1: Alonso defende que adaptação à Alpine não é desculpa para falta de resultados

Espanhol disse ainda que Ímola foi importante neste processo, já que a corrida trouxe vários elementos importantes em um curto espaço de tempo

F1: Alonso defende que adaptação à Alpine não é desculpa para falta de resultados

De volta à Fórmula 1 após dois anos fora, Fernando Alonso vem enfrentando uma grande batalha para se ver confortável com a Alpine. Mas o espanhol disse que não pode usar o período de adaptação como desculpa para sua falta de resultados em Ímola.

Apesar de uma performance encorajadora no Bahrein, o bicampeão teve um final de semana mais difícil no GP da Emilia Romagna.

Leia também:

O espanhol ficou atrás de seu companheiro Esteban Ocon na classificação, rodou no molhado antes mesmo da largada e não conseguiu evoluir na corrida, terminando em décimo apenas por conta da punição a Kimi Raikkonen.

Em um final de semana onde pilotos em novas equipes deram a impressão de sofrer mais, Alonso disse que as difíceis condições molhadas não ajudaram na adaptação. Porém, disse também que seria errado usar isso como desculpa para admitir que precisa se preparar melhor para as próximas corridas.

"Parece óbvio que a cada volta que faço, me sinto mais confortável. Em Ímola, foi uma experiência tripla, porque do início ao fim as condições e a aderência foi mudando. Tivemos uma bandeira vermelha, uma largada parada e uma largada em movimento".

"Tive várias coisas para praticar, algo que poderia levar quatro ou cinco corridas. E conseguimos ter tudo em uma corrida muito movimentada".

Fernando Alonso, Alpine A521, Pierre Gasly, AlphaTauri AT02

Fernando Alonso, Alpine A521, Pierre Gasly, AlphaTauri AT02

Photo by: Mark Sutton / Motorsport Images

"Então estou feliz com o aprendizado. Estou feliz também com a sensação do carro no molhado. Foi a primeira vez nessa condição, com apenas uma pequena linha de pista seca. Então temos muito que analisar".

"Em termos de sensação, da volta um à 63, me senti 300% melhor em termos de confiança com o carro. Mas isso não pode ser uma desculpa para minha performance ruim. Eu não fui bem. Deveria estar mais preparado e estarei mais preparado na próxima".

"Não importa quanto tempo tenho com o carro. Mas tentarei ser melhor na próxima".

F1: Como FORÇA da Mercedes é também FRAQUEZA contra a Red Bull? Pneus, batidas e cia serão decisivos

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Por que temporada de 2021 promete ser a mais equilibrada dos últimos anos?

 

compartilhar
comentários
F1: Bottas defende que não quebrou "acordo de cavalheiros" em acidente com Russell

Artigo anterior

F1: Bottas defende que não quebrou "acordo de cavalheiros" em acidente com Russell

Próximo artigo

F1: Wolff vê Aston Martin como "dano colateral" nas mudanças de aerodinâmica em 2021

F1: Wolff vê Aston Martin como "dano colateral" nas mudanças de aerodinâmica em 2021
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Emilia Romagna
Pilotos Fernando Alonso
Equipes Alpine
Autor Jonathan Noble