Últimas notícias
Fórmula 1 GP da Austrália

F1: As provas da Ferrari para tentar reverter punição de Sainz na Austrália

Aqui contamos o que a escuderia italiana irá apresentar aos comissários do GP da Austrália para conseguir que o espanhol recupere a quarta posição que perdeu após uma penalidade de cinco segundos

Ripartenza dopo due bandiera rossa al GP d'Australia

A Ferrari não quer deixar pontas soltas na defesa de Carlos Sainz em relação à punição que o espanhol recebeu no GP da Austrália, terceira etapa da temporada 2023 da Fórmula 1.

Leia também:

A punição de cinco segundos imposta ao piloto da escuderia após contato na Curva 1 com Fernando Alonso, na segunda relargada com largada parada, foi considerada uma penalidade pesada demais, já que o espanhol caiu de quarto para 12º, fora da zona de pontuação.

A equipe de Maranello solicitou à FIA uma revisão nos termos do artigo 14.1.1. do Código Desportivo Internacional, uma vez que os cinco segundos deduzidos durante a corrida não caberia recurso ​​de acordo com o regulamento desportivo da Fórmula 1.

A Ferrari deve fornecer um novo elemento significativo e relevante para tentar mudar o veredito do painel de comissários do GP da Austrália, que será chamado especificamente para avaliar as evidências fornecidas.

GP d'Australia: la seconda ripartenza che precede il contatto fra Sainz e Alonso

GP d'Australia: la seconda ripartenza che precede il contatto fra Sainz e Alonso

As imagens do contato, vistas e revistas de todos os ângulos, levaram os comissários a atribuir a responsabilidade a Sainz após o contato a Alonso, que rodou e ficou na retaguarda do pelotão. Logo depois, a imagem de outra bandeira vermelha voltou a aparecer 'anulando' o ocorrido porque a ordem antes do caos da primeira curva foi restabelecida, mas a punição a Sainz foi mantida mesmo assim. 

A análise da telemetria e das posições do GPS, porém, revelam um fato interessante: Alonso, no Aston Martin AMR23, teria freado cedo para evitar a colisão com o Mercedes W14 de Lewis Hamilton que estava na frente, tanto que Pierre Gasly, no Alpine A523, é obrigado a bloquear para evitar a colisão com o espanhol e opta por entrar pela brecha.

Caso houvesse alguma dúvida de que o francês poderia ter virado sem ampliar sua trajetória em direção à pista de escape, os dados de telemetria mostram que Sainz não se aproximou da curva 1 rápido o suficiente para impedi-lo, em vez disso, ele havia saído antes, mas se viu diante de um Aston Martin bastante lento.

Abaixo estão os dados de telemetria, extraídos pelo nosso editor Giunluca D'Alessandro: no gráfico à esquerda você pode ver a velocidade obviamente menor de Alonso em comparação com uma volta anterior, enquanto no gráfico à direita você pode ver como Sainz (vermelho linha) freia antes de Alonso (linha verde) e não tinha intenção de bater no espanhol. 

Telemetria Ripartenza Alonso, GP d'Australia

Telemetria Ripartenza Alonso, GP d'Australia

Photo by: Matteo Bobbi

Telemetria Ripartenza Alonso-Sainz, GP d'Australia

Telemetria Ripartenza Alonso-Sainz, GP d'Australia

Photo by: Matteo Bobbi

Se a revisão for aceita, a escuderia poderia tentar mostrar que Sainz não havia pisado no freio e, portanto, não havia intenção de prejudicar seu compatriota. O próprio Alonso, em declarações após a corrida, havia admitido que o efeito da penalidade do piloto da Ferrari foi exagerado. 

A equipe será capaz de realizar sua defesa? O precedente mais imediato de uma situação semelhante para a Ferrari foi depois do GP do Canadá de 2019: Sebastian Vettel havia fechado Hamilton após cortar a chicane e foi privado da vitória em Montreal ao ser rebaixado para o segundo lugar como resultado de uma penalidade de cinco segundos. Os testes propostos foram ineficazes e a revisão foi rejeitada. Agora em Maranello eles tentam novamente.

Ouça Massa detalhando possível judicialização do título da F1 2008 por causa do 'Crashgate'

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast #224 – Inconsistência da FIA estraga o grande momento da F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Donington-1993: Há 30 anos, Senna foi "imparável" na F1; relembre
Próximo artigo ANÁLISE F1: Como Brasil jogou Mercedes em "tempestade perfeita" que levou ao erro com carro de 2023

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil