F1: Hamilton explica contrato de apenas um ano com Mercedes e cita objetivos para 2021

O heptacampeão falou pela primeira vez sobre o contrato válido apenas para 2021, afirmando que não via "necessidade de pensar tão adiante"

F1: Hamilton explica contrato de apenas um ano com Mercedes e cita objetivos para 2021

Após meses de espera, a Mercedes anunciou no início de fevereiro que havia renovado o contrato do heptacampeão mundial de Fórmula 1, Lewis Hamilton, mas apenas por um ano, diferente dos acordos anteriores, de três anos. O piloto britânico explicou nesta terça (02), durante o lançamento do W12 (veja abaixo), porque o contrato de curta duração, afirmando que não havia necessidade de pensar tão adiante.

O anúncio colocou um fim às especulações sobre o futuro imediato de Hamilton, mas levantou questões sobre o que poderá acontecer com o piloto após 2021. O chefe da Mercedes, Toto Wolff, explicou que o acordo tardio, já que tanto ele quanto o britânico haviam contraído Covid-19, fez com que fosse mais sensato assinar um contrato de apenas um ano, dando mais tempo para a discussão de uma renovação de longo prazo no futuro.

Leia também:

O lançamento do W12 foi a primeira oportunidade que Hamilton teve de comentar sobre o acordo de um ano. O heptacampeão disse que suas conquistas, incluindo tornar-se o maior vencedor da história da F1, fez com que ele sentisse que não havia necessidade de pensar tão adiante.

"Primeiro, me sinto sortudo por estar em uma posição onde consegui conquistar a maioria das coisas que queria neste ponto", disse. "Então não há uma necessidade real de pensar tão adiante no futuro. Acho que estamos em um período muito incomum em nossas vidas, e eu queria apenas um ano".

"Aí podemos falar sobre o que podemos fazer mais, adicionando anos caso queiramos".

Nos últimos anos, Hamilton tem sido a principal voz na F1 na luta por uma maior diversidade e inclusão do esporte a motor, tendo inclusive lançado uma comissão no ano passado para entender quais eram os desafios que minorias étnicas enfrentavam para entrar no esporte em áreas como ciência, matémática, tecnologia e engenharia.

No anúncio do contrato para 2021,a Mercedes revelou que a montadora irá lançar uma ONG junto com Hamilton com "a missão de apoiar uma diversidade e inclusão maior em todas as suas formas no esporte a motor".

Perguntado sobre suas prioridades para 2021, Hamilton disse que seu trabalho fora das pistas em busca de uma igualdade maior passa a ser um ponto crucial.

"A minha maior prioridade para 2021... no passado era apenas sobre ganhar campeonatos. No ano passado tivemos uma grande discussão sobre igualdade e inclusão, e falamos muito sobre isso. Neste ano, precisamos ir além para buscar a diversidade, garantindo que as ações estão sendo executadas para isso".

"Isso está no centro para mim, mas, obviamente, existimos para vencer, e é isso que todas essas pessoas aqui estão buscando, então quero entregar isso também para eles".

ALPINE 2021: Conheça o carro AZUL que marca a volta de ALONSO à F1 e as novidades da antiga RENAULT

Parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

PODCAST: Corridas aos sábados e tetos: revolução imposta pela Liberty pode tirar DNA da F1?

 

.

compartilhar
comentários
F1: Mercedes fez mudanças no motor após problemas na 'pré-temporada'

Artigo anterior

F1: Mercedes fez mudanças no motor após problemas na 'pré-temporada'

Próximo artigo

F1: De Vries se junta a Vandoorne como reserva da Mercedes em 2021

F1: De Vries se junta a Vandoorne como reserva da Mercedes em 2021
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Lewis Hamilton
Equipes Mercedes
Autor Luke Smith