Últimas notícias
Fórmula 1 GP da Grã-Bretanha

F1 - Leclerc:"Sem desculpas, não temos ritmo há muito tempo"

Leclerc foi eliminado no Q2 devido à falta de sensibilidade do seu carro, depois de dedicar toda a sexta-feira a comparações

Charles Leclerc, Scuderia Ferrari

Os resultados atuais da Ferrari na Fórmula 1 mostram como quatro corridas podem afetar uma equipe vencedora de tal forma que ela cai para o quarto lugar no grid.

Leia também:

Após a vitória em Monte-Carlo, a Scuderia passou a viver tempos sombrios com a introdução do mais recente pacote de novos recursos, que até o momento fez com que o desempenho do SF-24 se deteriorasse, tornando-o inofensivo aos olhos dos rivais.

"No fim das contas, a sensação nunca esteve lá", disse Leclerc, com tristeza, aos microfones da Sky no final da classificação de hoje do GP da Grã-Bretanha em Silverstone.

Após as comparações feitas n sexta-feira, Leclerc decidiu voltar ao pacote antigo, aquele que lhe deu mais certeza do ponto de vista do desempenho. Mas Charles não teve o tempo necessário para encontrar uma configuração adequada às suas necessidades, também devido à chuva que caiu pela manhã e prejudicou o Treino Livre 3.

"Ontem foi uma sexta-feira muito difícil, apesar de termos feito as comparações que queríamos. Hoje tomamos uma decisão sobre qual pacote usar e preferimos usar o antigo."

Charles Leclerc, Ferrari SF-24

Charles Leclerc, Ferrari SF-24

Foto de: Zak Mauger / Motorsport Images

"Ainda preciso compensar o tempo que perdi ontem com a configuração diferente. E quando a classificação é tão apertada, onde um décimo faz uma diferença tão grande, fica difícil recuperar o tempo perdido."

"Isso, no entanto, não pode ser uma desculpa. A verdade é que perdemos o ritmo há muito tempo."

Leclerc, concluindo seu discurso, explicou por que a Ferrari decidiu reverter o curso, abandonando o novo pacote neste fim de semana em favor do antigo. As novas soluções trouxeram muitos saltos. Portanto, mais problemas do que vantagens. O argumento é simples, mas encontrar uma solução não será nada fácil.

"Digamos que, para essa pista em particular, o novo pacote deu ao carro um salto tão grande que foi uma grande limitação. Então, para essa pista, nós retrocedemos. Veremos como as coisas vão se desenrolar mais tarde", concluiu o piloto nascido em Mônaco.

Mercedes voa, Norris bate Max e GP promete ser insano; Pérez e Leclerc sofrem

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Verstappen x Norris: nasce uma nova guerra na Fórmula 1? Ouça debate

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Dupla da Mercedes se diz surpresa com dobradinha no GP da Grã-Bretanha
Próximo artigo Danos no assoalho de Verstappen custaram cerca de um segundo de tempo de volta

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil