F1: Mazepin explica desentendimento com seguranças de boate no México

Piloto diz que tentava incluir engenheiro em festa. Chefe da Haas atribui má reputação de russo a repercussão

F1: Mazepin explica desentendimento com seguranças de boate no México
Carregar reprodutor de áudio

Nikita Mazepin explicou o que aconteceu em um vídeo em que apareceu nas redes sociais, enfrentando seguranças de uma boate no México, após a corrida de Fórmula 1.

Nos dias seguintes à corrida no Autódromo Hermanos Rodriguez, um vídeo foi postado nas redes sociais que parecia mostrar Mazepin confrontando seguranças durante uma noite.

Leia também:

Mas Mazepin explicou nesta quinta-feira, antes do GP de São Paulo, que estava resolvendo uma situação que não permitia a entrada de um integrante de sua equipe e que foi rapidamente resolvida, sem que ninguém fosse expulso da boate.

"Acho que a situação do meu lado foi muito clara", disse Mazepin. "Definitivamente, ninguém foi expulso. Fiquei chateado porque um dos meus engenheiros estava indo embora.”

“Convidei todos da equipe e um dos integrantes não foi admitido, infelizmente.”

"Então, sim, eu esclareci isso. Demorou cerca de três ou quatro minutos. E todos estavam dentro, e na verdade foi uma festa muito boa. Ficamos por algumas horas."

O chefe da Haas F1, Gunther Steiner, disse na quinta-feira que ainda não viu Mazepin e perguntou sobre o vídeo, mas que ele foi informado sobre isso e pensou que não era nada mais do que um desacordo.

Nikita Mazepin, Haas F1, with Guenther Steiner, Team Principal, Haas F1

Nikita Mazepin, Haas F1, with Guenther Steiner, Team Principal, Haas F1

Photo by: Mark Sutton / Motorsport Images

"Isso foi mais como uma discussão verbal sobre algo", disse Steiner. "Eu não falei com ele ainda porque não o vi. Mas acho que era mais como se ele não conseguisse entrar em algum lugar e apenas tentasse mostrar o que queria."

Mazepin gerou polêmica em dezembro passado, depois que um vídeo foi postado em seus Stories no Instagram, mostrando-o tocando o peito de uma mulher, levando à condenação de sua equipe Haas, a FIA e a F1. A Haas lidou com o assunto internamente durante o inverno.

Questionado se achava que os pilotos tinham mais dificuldade agora que tudo poderia ser gravado e publicado nas redes sociais, Steiner disse: "Com certeza.”

“Tudo o que é feito, quem quer que o faça, é imediatamente filmado por alguém.”

"E Nikita, acho que ele tem uma reputação, e é ainda [mais] exagerada, eu diria. Portanto, não é mais fácil para ele."

F1 2021: A F1 está de volta ao Brasil! Rico Penteado analisa prova em Interlagos | TELEMETRIA

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #144:  GP no Brasil será o mais decisivo dos últimos 10 anos?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

 

 

compartilhar
comentários
F1: Verstappen adotaria 'rejeitado' nº 1 caso seja campeão este ano
Artigo anterior

F1: Verstappen adotaria 'rejeitado' nº 1 caso seja campeão este ano

Próximo artigo

F1: Alonso espera que Alpine seja “boa surpresa” em 2022, mas não ficará triste se aposentar sem vencer

F1: Alonso espera que Alpine seja “boa surpresa” em 2022, mas não ficará triste se aposentar sem vencer
Carregar comentários