F1: Oito pilotos são convocados pela Direção de Prova após incidente com Hamilton na Parabólica durante o TL3

Hamilton e mais sete pilotos foram convocados após Hamilton ir parar na grama nos minutos finais do TL3

F1: Oito pilotos são convocados pela Direção de Prova após incidente com Hamilton na Parabólica durante o TL3

Lewis Hamilton foi apenas o quinto no TL3 em Monza neste sábado. Mas o hexacampeão da Fórmula 1 teve sua última saída atrapalhada, indo parar na grama na reta que antecede a curva Parabolica, por encontrar um grupo de carros lentos. E esse grupo, composto por sete pilotos, foram convocados pela Direção de Prova.

Hamilton saiu dos boxes junto com o resto do grid para os três minutos finais do TL3, após uma bandeira vermelha causada por Daniel Ricciardo interromper a sessão por cerca de cinco minutos. Ele estava voltando aos boxes enquanto os outros sete pilotos estavam se preparando para iniciar uma última volta rápida.

Leia também:

Nicholas Latifi, Romain Grosjean, Sergio Pérez, Pierre Gasly, Lance Stroll, Alex Albon e Carlos Sainz foram convocados para se apresentar aos fiscais às 9h10, horário de Brasília.

O final de semana até aqui tem sido marcado por incidentes do tipo, com o vácuo em Monza exercendo um papel fundamental para obter um tempo melhor de volta. Isso levou aos carros andarem lentos antes de iniciar a volta, buscando a distância necessária, além de pilotar devagar nas voltas de saída e de resfriamento de pneus.

O final do treino classificatório de 2019 em Monza foi marcado por um fiasco onde a grande maioria dos pilotos no Q3 não conseguiram abrir volta rápida na última saída por estarem andando lentos e juntos demais.

A FIA introduziu um tempo de 01min43s como guia para os pilotos em voltas que não sejam rápidas ou de saída dos boxes, mas vários carros excederam esse tempo no TL3, que foi liderado por Valtteri Bottas.

Alguns pilotos comentariam sobre o caos em potencial na classificação na sexta.

"Se você olhar o TL2, é possível ver que, mesmo sem precisar do vácuo, todos estão buscando", disse Sainz. "É claro que todos vão buscar a melhor condição, e isso pode criar caos. Desde que todos consigam fazer suas voltas na classificação, isso acaba virando parte do show, então não me importaria muito. O que queremos é fazer nossas voltas com segurança".

Já Verstappen disse: "Vocês verão que todos vão buscar isso na classificação. Depende de como você vai estar em sua volta de saída. Mas acredito que isso causará caos na classificação".

Gasly acrescentou: "Pode ser complicado, como no ano passado, que foi ridículo. Então espero que não seja assim, mas, obviamente, temos que estar prontos para o pior dos cenários".

SEXTA-LIVRE: Passeio da Mercedes, batida de Verstappen e reestruturação da Renault

PODCAST: O que será da F1 no Brasil em 2021, sem Globo, pilotos e corrida?

 

compartilhar
comentários
F1: Vettel e Leclerc dizem que carro "não é fácil" de guiar e se preparam para GP "difícil"
Artigo anterior

F1: Vettel e Leclerc dizem que carro "não é fácil" de guiar e se preparam para GP "difícil"

Próximo artigo

Q4: A repercussão do treino de classificação para o GP da Itália de Fórmula 1 com Lipe Paíga e Nonô Figueiredo

Q4: A repercussão do treino de classificação para o GP da Itália de Fórmula 1 com Lipe Paíga e Nonô Figueiredo
Carregar comentários