Fórmula 1 GP da Grã-Bretanha

F1: Red Bull liga alerta para situação "insustentável" de Pérez e cláusula pode derrubar mexicano

Ao mesmo tempo, Liam Lawson vai ter a oportunidade de testar carro usado pela equipe de Milton Keynes desta temporada

Christian Horner, chefe de equipe, Red Bull Racing, Sergio Perez, Red Bull Racing

A Red Bull acha“insustentável” se Sergio Pérez continuar com o desempenho que está, com o mexicano agora correndo o risco de uma cláusula relacionada ao desempenho ser ativada em seu contrato de Fórmula 1. 

Pérez tem estado sob pressão nas últimas semanas para melhorar seu jogo e entregar mais pela Red Bull, com a equipe de Milton Keynes enfrentando uma ameaça cada vez mais forte dos rivais. 

Leia também:

Com a McLaren e a Mercedes conquistando vitórias no campeonato de construtores, a Red Bull está bem ciente de que sua liderança neste momento pode ser anulada na segunda metade da temporada se ambos os carros não apresentarem pontos fortes. 

Outra corrida zerada de Pérez no GP da Grã-Bretanha significa que ele conquistou apenas 15 pontos nas últimas seis corridas, desde o GP de Miami – com o companheiro de equipe Max Verstappen contribuindo com 119 no mesmo período. 

A equipe continua esperançosa de que Pérez possa redescobrir a forma que o levou ao pódio no início do ano, mas é claro que a paciência está começando a se esgotar. 

A situação no campeonato de construtores e os riscos de mudanças se as coisas não mudarem trouxe a situação ao auge – e deixou a equipe ponderando sobre o próximo passo. 

E as coisas estão agora perto de um ponto crítico, com o entendimento de que, apesar de Pérez ter um contrato em vigor para o próximo ano, ele ainda poderá ser dispensado – potencialmente já nas férias de verão – se as coisas não mudarem. 

Fontes sugeriram que a Red Bull tem o direito de rescindir o contrato de Pérez se ele ficar mais de 100 pontos atrás de Verstappen em momentos-chave do campeonato – que são as férias de verão e o final da temporada. 

Neste momento, depois de mais uma falha em Silverstone, ele está 137 pontos atrás e tem apenas duas corridas para chegar a essa faixa de 100 pontos se não quiser estar em risco de a Red Bull decidir procurar outras opções. 

Questionado após o GP sobre o contínuo fracasso de Pérez em contribuir para o resultado do campeonato de construtores da Red Bull, o chefe da equipe, Christian Horner, disse: “Ele sabe que é insustentável não marcar pontos.” 

“Temos que marcar pontos naquele carro e ele sabe disso. Ele conhece o seu papel e o seu alvo, por isso ninguém está mais ansioso do que Checo para recuperar a sua forma.” 

Uma das dores de cabeça que a Red Bull tem em relação ao destino de seu segundo carro é que não há uma opção óbvia para se encaixar, se decidir que precisa de uma alternativa a Pérez. 

O experiente Daniel Ricciardo ainda tem dúvidas sobre seu potencial após uma temporada de altos e baixos pela RB, enquanto a equipe não sente que Yuki Tsunoda seja o candidato certo para promoção. 

Uma possibilidade que surgiu é o piloto reserva Liam Lawson, que está programado para conduzir um dia de filmagem em um carro Red Bull 2024 em Silverstone no final desta semana. 

O neozelandês mostrou-se bem durante suas apresentações como substituto de Ricciardo na AlphaTauri no ano passado, e a alta administração ficou extremamente impressionada com sua mentalidade e abordagem ao trabalho. 

Horner minimizou a importância da corrida de Lawson, dizendo que é um teste aerodinâmico planejado há muito tempo, mas é óbvio que a administração da Red Bull estará observando atentamente o quão bem ele se mostra em um carro com o qual Perez está lutando. 

“O teste aerodinâmico do Liam está planejado há alguns meses e para o Checo, é claro que ele está sob pressão. Isso é normal na F1”, disse ele. 

“E quando você está entregando pouco, essa pressão só aumenta. Ele está ciente disso, ele sabe disso e neste fim de semana nada aconteceu do seu jeito." 

O teste de Lawson no RB20 não é o único agendado para este mês, com a RB anunciando semanas atrás que também fará uma corrida em um de seus carros de 2022. Isto está previsto para a última semana de julho em Ímola, o que será mais uma oportunidade para avaliar a sua forma. 

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Verstappen x Norris: nasce uma nova guerra na Fórmula 1? Ouça debate

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Veja como fica o campeonato de pilotos e de construtores após o GP da Grã-Bretanha
Próximo artigo F1: Red Bull tenta explicar "corrida muito estranha" em Silverstone

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil