Fórmula 1 GP da China

F1 - Sainz: "As melhores opções para 2025 ainda estão disponíveis"

"Isso requer tempo e algumas tomadas de decisão, então agora é hora de deixar acontecer e ver o progresso", afirmou piloto espanhol; leia no Motorsport.com

Carlos Sainz, Scuderia Ferrari, 3ª posição, na coletiva de imprensa

Foto de: LAT Images

De saída da Ferrari no final de 2024 para abrir vaga para o britânico Lewis Hamilton, que deixará a Mercedes na Fórmula 1, o espanhol Carlos Sainz falou sobre seu futuro no dia de mídia do GP da China nesta quinta-feira e destacou que todas as suas "melhores opções ainda estão em aberto" para 2025.

Único piloto não-Red Bull a vencer corridas desde 2022, Sainz está bem cotado no mercado de pilotos, mas já viu uma porta se fechar: a da Aston Martin, que renovou com seu compatriota Fernando Alonso. Porém, ainda há justamente a vaga de Lewis na Mercedes e a de companheiro de Max Verstappen.

O editor recomenda:

Na Red Bull, porém, o mexicano Sergio Pérez tenta 'se cacifar' para mais um ano ao lado do holandês tricampeão mundial, de modo que Sainz pode ficar sem um assento 'de ponta' para 2025, uma vez que a McLaren tem contratos longos tanto com o inglês Lando Norris quanto com o australiano Oscar Piastri.

Assim, volta à tona o desejo da Audi, que entrará na F1 em 2026 assumindo o controle da Sauber, em Sainz. Questionado sobre seu futuro, o espanhol negou que esteja 'aflito' para resolver logo o que fará em 2025: "Não. Minhas melhores opções ainda estão em aberto, o que considero positivo".

"É algo que, obviamente, requer um pouco de tempo, dada a situação do mercado. Vai levar algum tempo para que todos se decidam e tomem suas decisões, mas as boas opções ainda estão em aberto. Não houve nenhum progresso nas últimas semanas, portanto, não há nada para atualizar", seguiu Carlos.

"Obviamente, quanto mais cedo tudo se desenvolver, melhor, porque quanto mais cedo você tirar isso da cabeça, melhor", ponderou o espanhol, embora tenha destacado que isso não tem afetado seu desempenho -- ele, aliás, já venceu uma corrida em 2024, quando triunfou no GP da Austrália.

"Mas isso requer tempo e algumas tomadas de decisão, então agora é hora de deixar acontecer e ver o progresso", destacou Sainz, antes de salientar que, em função das novas regras de motor da F1 que entrarão em vigor daqui a dois anos, "2026 um pouco como um cara ou coroa".

"É impossível saber agora quem vai acertar [as unidades de potência] em 2026. Portanto, mesmo que eu tome a decisão de onde vou estar em 2026/2027, não importa o quanto você converse com as equipes, o quanto elas lhe digam o quanto estão se saindo bem com o motor, a realidade é que ninguém sabe."

"Se alguém vencer em 2026, para mim, não será por causa de uma tomada de decisão inteligente, mas porque está no lugar certo na hora certa. Em relação a 2025, com certeza minha opinião é que, com o nível que estou mostrando agora, estar num carro competitivo seria muito atraente para mim", finalizou.

"Seguem falando M****", diz Hamilton! Sainz 'CUTUCA' RBR, Max e Pérez MANDAM RECADOS | A F1 na China

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Podcast TELEMETRIA: Rico Penteado destrincha detalhes do GP da China

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Motorsport Business #12 – Gabriel Hackme, da PRIO, e Nicolas Costa: a relação piloto e patrocinador

.

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Verstappen responde sobre renovação de Alonso e próprio futuro
Próximo artigo F1: "É apenas questão de tempo": Pérez vê futuro na Red Bull com otimismo

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil