Hamilton aprova pista de Baku: "é preciso ter colhões aqui"

Tricampeão afirma que está gostando do novo desafio que foi empregado pela F1 neste fim de semana

Hamilton aprova pista de Baku: "é preciso ter colhões aqui"
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W07 Hybrid
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 Team
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 Team
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W07 Hybrid
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W07 Hybrid
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W07 Hybrid
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 Team
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 Team
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 Team
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 Team
Carregar reprodutor de áudio

A sexta-feira foi de inteiro domínio de Lewis Hamilton, sendo o mais rápido nas duas sessões e colocando quase sete décimos em cima da outra Mercedes de Nico Rosberg. Mas quem acredita que ele passou em branco nos muros de Baku se engana, já que no TL1, o inglês raspou o muro na curva 3, testando os limites da pista.

"É muito semelhante a Valência em muitos aspectos, mas a melhor parte é a combinação de curvas, como Mônaco, onde você tem que atacar as zonas de frenagem", comentou Hamilton sobre as características do traçado.

"Estamos fazendo 350 km/h na reta principal. Você definitivamente tem seu coração na boca. É um tremendo desafio estar no limite, mas estou me sentindo muito bem e em casa."

"A configuração da pista não é tão desafiadora, mas é preciso ter colhões aqui, assim como em Mônaco."

Hamilton diz que não espera ver tantos erros de pilotos amanhã.

"Estamos todos aprendendo. Quando você começa uma nova pista tem que dar um passo de cada vez, mas tão rápido quanto você puder."

"Isso é apenas como um novo circuito é, especialmente em um circuito de rua. Todo mundo está tentando chegar até a velocidade-limite o mais rápido possível."

Insatisfeito com pressões de pneus

Hamilton deixou claro que não está feliz com a alta pressão dos pneus exigida pela Pirelli para este evento.

"É estranho vir aqui neste fim de semana, temos um novo recorde na pressão dos pneus."

"Eles colocaram 22psi nos traseiros, que é o maior que já tivemos em qualquer pneu, o que é ridículo. Vamos fazer o possível para evitar estouros."

Hamilton também comentou sobre as declarações de outros pilotos sobre a questão da segurança da pista.

"Uma coisa é certa, esses pilotos lamentam tanto sobre tantas coisas... Realmente o piso é irregular na reta principal e você não consegue ver a curva 1 por causa da vibração do carro, por isso é muito difícil."

"Mas isso faz parte das corridas. Esses caras querem que seja suave, mais suave do que nunca, sem vibrações e sem solavancos, eles querem tirar todo o caráter e vida dessas pistas."

"Aqui tem bumps, garanto que haverá algumas pessoas que vão dizer essas coisas, mas eu só vou sentar lá e sorrir."

compartilhar
comentários
Vettel admite dia complicado para a Ferrari em Baku
Artigo anterior

Vettel admite dia complicado para a Ferrari em Baku

Próximo artigo

Após "dia difícil", Massa busca melhor rendimento de pneus

Após "dia difícil", Massa busca melhor rendimento de pneus
Carregar comentários