Ricciardo diz que termina 2016 "feliz o bastante" se vencer

Australiano, que já bateu na trave em duas oportunidades em 2016, afirma que precisa de um triunfo nesta temporada para terminar o ano satisfeito

Ricciardo diz que termina 2016 "feliz o bastante" se vencer
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB11
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB12
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB12
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB12
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB12
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB12 on the grid
Carregar reprodutor de áudio

Daniel Ricciardo, que possui três vitórias na Fórmula 1 - todas conquistadas em 2014, ano de estreia na Red Bull, quer pelo menos mais uma nesta temporada para fechar o ano satisfeito.

O australiano já esteve perto de subir ao topo do pódio em duas oportunidades nesta temporada, mas um erro de estratégia o fez perder a vitória do GP da Espanha para Max Verstappen e um pit stop demorado no GP de Mônaco tirou das mãos de Ricciardo o triunfo, que acabou no colo de Lewis Hamilton.

Questionado sobre as esperanças de título da Red Bull às vésperas do final de semana do GP da Áustria, prova em que o time corre em casa, Ricciardo se mostrou conformado com a impossibilidade de brigar pelo título e revelou que uma vitória no restante do campeonato já o deixaria satisfeito.

"Eu acho que o campeonato, bom, eu não diria que não temos chances, afinal não chegamos nem à metade. Creio que podemos vencer pelo menos uma corrida até o final da temporada. Mas podemos vencer seis ou oito corridas e entrar na briga pelo título? Provavelmente não, seria um salto grande demais", disse.

"Claro que o objetivo é subir ao topo do pódio até o fim da temporada - isso me faria feliz o bastante para 2016. Então, em 2017, espero que entremos de fato na briga pelo título", afirmou o australiano.

Evolução da Red Bull em relação a 2015

Apesar do desapontamento por ter perdido duas prováveis vitórias, Ricciardo reconheceu que a Red Bull está em uma situação muito melhor neste ano do que no mesmo período do ano passado - quando o time austríaco sequer tinha subido ao pódio e estava atrás da Williams no Mundial de Construtores.

"No mesmo período do ano passado a situação não era tão positiva, mas as coisas melhoraram. O nosso pessoal permanece o mesmo, então ainda temos uma boa equipe de aerodinamicistas e engenheiros e isso só pode ser algo positivo", observou.

"Acho que, quando começam a olhar de fora, é algo como 'Ei, eles provavelmente estão se perdendo', mas todos continuarm aqui - e Adrian Newey, acredito, ainda tem algum tempo de contrato conosco, o que é bom. Ao ver o trabalho feito aqui no momento, acredito que o próximo ano será bem interessante", completou.

Reportagem adicional por Jonathan Noble

compartilhar
comentários
Ferrari testa versão atualizada do Halo na Áustria
Artigo anterior

Ferrari testa versão atualizada do Halo na Áustria

Próximo artigo

Verstappen diz não sentir pressão por renovação de Sainz

Verstappen diz não sentir pressão por renovação de Sainz
Carregar comentários