Fórmula 1 GP do Canadá

F1: Russell ‘aprende’ com Hamilton para conseguir pole no Canadá

Segundo Russell, os dados coletados pelo heptacampeão foram fundamentais para a pole position neste sábado (8/6), no circuito Gilles Villeneuve, no Canadá

Pole man George Russell, Mercedes F1 W15, pulls up to the first place parking spot in Parc Ferme

O piloto da Mercedes George Russell diz que aprendeu com os dados coletados pelo seu companheiro de equipe, Lewis Hamilton, e isso o ajudou “muito” a conquistar a pole position no GP do Canadá, de Fórmula 1.

Hamilton parecia bem no último treino livre em Montreal, ao terminar a sessão da manhã de sábado quase quatro décimos à frente de Max Verstappen e Russell. E foi essa vantagem de ritmo que levou Russell a se aprofundar um pouco mais no que Hamilton estava fazendo.

Depois de analisar seus dados para entender melhor as coisas, ele afirmou que o que aprendeu o ajudou a garantir o primeiro lugar, já que seu companheiro de equipe terminou em sétimo.

“Esta manhã Lewis estava absolutamente voando e estava bem à minha frente”, explicou Russell depois de conquistar a pole position. “Tive que analisar muito os dados dele para tentar entender o que ele estava fazendo de diferente. E, para ser honesto, isso me ajudou muito.

“Então, antes desta classificação, estou muito feliz por termos conseguido, porque sinto que realmente merecemos todo esse trabalho duro que temos feito, e o carro está incrível neste fim de semana.”

A primeira pole position da Mercedes desde o Grande Prêmio da Hungria do ano passado veio na sequência da introdução de uma nova asa dianteira para ajudar a melhorar o equilíbrio entre curvas de alta e baixa velocidade.

O editor recomenda:

Russell admitiu que o resultado proporcionou um grande impulso para toda a equipe, que tem lutado para progredir com a atual geração de carros de efeito solo.

“Que burburinho”, disse Russell. “Já faz um tempo que não experimentamos essa sensação. Há muito trabalho duro acontecendo nos bastidores e  fazia um tempinho que não lutávamos pela ponta. Parecia que todo esse trabalho duro não estava valendo a pena.”

“Parece que é algo que já dizemos há muito tempo, com toda a honestidade. Mas realmente há uma sensação de alívio ao ver isso se traduzir na pole position.”

Pole man George Russell, Mercedes-AMG F1 Team, celebrates in Parc Ferme

Pole man George Russell, Mercedes-AMG F1 Team, celebrates in Parc Ferme

Photo by: Sam Bloxham / Motorsport Images

A pole position de Russell veio apesar de ele ter marcado exatamente o mesmo tempo que o campeão mundial Max Verstappen. O britânico conseguiu o primeiro lugar, no entanto, porque fez a volta primeiro.

Verstappen acreditava que o segundo lugar não era motivo para preocupação, depois de temer que a Mercedes estivesse bastante na frente com base em seu ritmo inicial de classificação.

“Provavelmente o Q3 foi a sessão mais fraca para a Mercedes”, disse o holandês. “Então, estar exatamente no mesmo tempo de volta é ótimo.

“Em retrospectiva, acho que quando você olha para o ritmo deles, fico em segundo, porque depois do Q2 vi os tempos por volta e pensei que não havia como fazer algo assim.

“É claro que houve um pouco de chuva no meio, como alguns respingos aqui e ali, mas acho que no geral o fim de semana foi, novamente, um pouco confuso da nossa parte, com muitos pequenos problemas.

“A partir daí tentamos, claro, encontrar o melhor equilíbrio possível com o carro. Acho que conseguimos um equilíbrio decente na classificação e fiquei muito feliz com isso, mas só precisamos conseguir ter fins de semana mais limpos e sem problemas, e isso também ajudará um pouco.”

Pole man George Russell, Mercedes-AMG F1 Team, with Max Verstappen, Red Bull Racing, in Parc Ferme

Pole man George Russell, Mercedes-AMG F1 Team, with Max Verstappen, Red Bull Racing, in Parc Ferme

Photo by: Glenn Dunbar / Motorsport Images

Russell pole com mesmo tempo de Verstappen! Ferraris/Pérez vão mal no quali do Canadá

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Podcast Motorsport.com debate: Como demissão de Ocon impacta no mercado da F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Horários, previsão do tempo e como ver o GP do Canadá
Próximo artigo F1: Vowles admite que Sainz é alvo nº1 da Williams, mas espanhol segue cauteloso

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil