Fórmula 1
19 set
-
22 set
Evento encerrado
26 set
-
29 set
Evento encerrado
10 out
-
13 out
Evento encerrado
24 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
14 nov
-
17 nov
Treino Livre 2 em
01 Horas
:
28 Minutos
:
57 Segundos
R
GP de Abu Dhabi
28 nov
-
01 dez
Próximo evento em
12 dias

Fórmula 1: Ritmo da Austrália deve ser exceção, diz chefe da Ferrari

compartilhar
comentários
Fórmula 1: Ritmo da Austrália deve ser exceção, diz chefe da Ferrari
Por:
19 de mar de 2019 12:35

Mattia Binotto pondera causas do mau desempenho em Albert Park e afirma que o potencial do carro de 2019 é "certamente maior"

A Ferrari mantém otimismo mesmo após o rendimento insatisfatório no Grande Prêmio da Austrália. A escuderia acredita que o potencial de seu carro para a temporada 2019 da Fórmula 1 é maior do que o mostrado na corrida de Melbourne, que deve ser uma "exceção". "Temos certeza de que o potencial é certamente maior e não conseguimos explorá-lo durante todo o final de semana", disse o chefe da equipe, Mattia Binotto.

Uma das bases para a afirmação de Binotto é a boa pré-temporada do time de Maranello. Sebastian Vettel liderou os testes de Barcelona e a Ferrari foi considerada favorita para a abertura da temporada. Porém, não conseguiu sequer um pódio, enquanto a Mercedes dominou com a dobradinha de Valtteri Bottas e Lewis Hamilton. A Red Bull largou na frente, levando Max Verstappen ao terceiro posto em Albert Park.

Vettel e Charles Leclerc reclamaram que o equilíbrio dos testes não foi visto em Melbourne. As críticas dos ferraristas levaram o chefe da Mercedes, Toto Wolff, a sugerir que os rivais simplesmente não tinham a configuração correta. Binotto concordou: "Aparentemente ele está bem ciente, não encontramos o equilíbrio certo do carro. É algo que precisamos tentar entender. Não foi o potencial real do nosso carro”.

Leia também:


“As condições em Albert Park são diferentes das de Barcelona: asfalto irregular, mais vento, diferentes condições climáticas... São fatores externos que podem ter influenciado o desempenho de nosso carro”, analisou o chefe da Ferrari, que tentou diferentes configurações desde o treino de sexta-feira até a corrida, mas não acertou o SF-90.

"Você sempre espera abordar e melhorar a situação quando tiver alguns problemas com o equilíbrio e a configuração. Isso não aconteceu. Precisamos analisar os dados. Isso tem que permanecer uma exceção durante toda a temporada. Mas acho que será uma boa lição. Se pudermos identificar onde estava o problema, voltaremos ainda mais fortes”.

Vettel reiterou o otimismo para o Grande Prêmio do Bahrein: "Temos todas as ferramentas, todos os ingredientes. Temos um bom carro, sabemos disso. No último fim de semana, não fomos competitivos o suficiente, mas estaremos de volta”.

Leclerc completou: “A pista de Albert Park é estranha e nem sempre muito representativa do desempenho real de todos os carros. Estou confiante de que podemos voltar”.

Sebastian Vettel, Ferrari SF90

Sebastian Vettel, Ferrari SF90

Photo by: Dirk Klynsmith / Sutton Images

Próximo artigo
Performance de Ricciardo ainda pode “melhorar muito”, diz chefe

Artigo anterior

Performance de Ricciardo ainda pode “melhorar muito”, diz chefe

Próximo artigo

GALERIA: As fotos da 'classe' da Fórmula 1 dos últimos 20 anos

GALERIA: As fotos da 'classe' da Fórmula 1 dos últimos 20 anos
Carregar comentários