Alonso admite que arriscou em toque com Massa na largada

Espanhol acredita que, mesmo se não tivesse tido contratempo com brasileiro, dificilmente conseguiria terminar nos pontos

Alonso admite que arriscou em toque com Massa na largada
Sebastian Vettel, Ferrari SF70H leads at the start of the race
Felipe Massa, Williams FW40, rear tyre puncture at the start of the race
Marcus Ericsson, Sauber C36, Fernando Alonso, McLaren MCL32
Kimi Raikkonen, Ferrari SF70H, Max Verstappen, Red Bull Racing RB13, rejoin the circuit as Felipe Massa, Williams FW40, Felipe Massa, Williams FW40, collide at the start
Fernando Alonso, McLaren MCL32, Pascal Wehrlein, Sauber C36-Ferrari, Felipe Massa, Williams FW40
Fernando Alonso, McLaren MCL32, Pascal Wehrlein, Sauber C36-Ferrari
Fernando Alonso, McLaren
Carregar reprodutor de áudio

Fernando Alonso admitiu que provavelmente não teria marcado pontos no GP da Espanha mesmo se não tivesse enfrentado contratempos na largada.

O piloto da McLaren, considerado um dos grandes destaques do treino classificatório, quando largou em sétimo, perdeu suas chances de um bom resultado quando se envolvem em um toque com Felipe Massa na Curva 2. Com isso, Alonso saiu da pista e perdeu várias posições.

O espanhol, que conseguiu completar uma corrida pela primeira vez na temporada, afirmou que, levando em conta a velocidade final em reta de seu carro, teria sido difícil manter a posição original.

“Os carros da frente estavam batendo uns com os outros e eu arrisquei. Talvez eu deveria ter ficado atrás, mas não tinha nada a perder. Tentei passar por fora, sabendo que, talvez, ele [Massa] não iria me ver”, comentou.

“Mas, mesmo sem aquilo, acho que, considerando nossa velocidade de reta, cedo ou tarde nós perderíamos posições. Uma hora seria impossível defender a posição ou atacar.”

“Estou feliz com o fim de semana, de qualquer forma. Ontem [no treino classificatório] tive uma supervolta. Hoje meu carro terminou a corrida sem grandes problemas, então estamos passo a passo.”

Alonso afirmou que sofreu um novo contratempo quando saiu de seu primeiro pitstop atrás de Daniil Kvyat, mas não conseguia ultrapassá-lo de nenhuma forma.

“Em termos de ritmo, sabíamos que não poderíamos fazer frente aos outros carros. Mesmo se pudéssemos, perdemos todas nossas chances atrás de Kvyat.”

“Não conseguia ultrapassá-lo na reta, então ficamos atrás. A partir dali, a corrida ficou mais complicada.”

Apesar de ter tido sua primeira corrida sem problemas de confiabilidade, Alonso não vê isso como o ponto de virada para sua campanha.

“Isso vai acontecer quando a Honda trouxer uma melhora de potência. Nosso chassi não está ruim para chegarmos ao Q3, mas nos falta potência e confiabilidade.”

“Espero que a confiabilidade tenha melhorado, já que conseguimos terminar. Mas vamos esperar para que as coisas continuem melhorando.” 

compartilhar
comentários
Kimi e Verstappen culpam Bottas por incidente na curva 1
Artigo anterior

Kimi e Verstappen culpam Bottas por incidente na curva 1

Próximo artigo

Toque com Alonso arruinou minha corrida, lamenta Massa

 Toque com Alonso arruinou minha corrida, lamenta Massa