Análise técnica de Giorgio Piola
Assunto

Análise técnica de Giorgio Piola

Análise técnica: entenda como a Aston Martin tenta resolver o problema de seu carro na F1

Equipe britânica tem apostado em desenvolvimento de forma bastante agressiva em uma tentativa de alcançar a concorrência

Análise técnica: entenda como a Aston Martin tenta resolver o problema de seu carro na F1

A Aston Martin falou muito nesta temporada sobre como os novos regulamentos de 2021 da Fórmula 1 prejudicaram seu carro com baixo rake. Mas, de qualquer forma, a equipe também tem apostado em seu desenvolvimento de forma bastante agressiva em uma tentativa de alcançar a concorrência.

Tendo já alterado o design do assoalho para a primeira corrida da temporada, a Aston Martin chegou a Ímola com ainda mais alterações para tentar aumentar o desempenho aerodinâmico do AMR21.

Leia também:

Desta vez, o time voltou sua atenção para os sidepods e as várias superfícies aerodinâmicas que os cercam.

Os sidepods já estavam incrivelmente compactados no AMR21, mas em um esforço para aumentar a performance aerodinâmica, a equipe de design se concentrou em reduzir o tamanho do injetor e, como consequência, o tamanho do sidepod.

Aston Martin AMR21 detail
Aston Martin AMR21 detail

Tendo marcado esses dois recursos na lista de verificação, a Aston Martin também foi capaz de ir em busca de ganhos adicionais, com a asa lateral que se estende da cabine até a borda do assoalho agora empenada, enquanto uma placa final muito maior é usada para definir sua borda externa (seta branca).

Este projeto provavelmente irá liberar um vórtice mais intenso (abaixo).

Esta mudança também é extremamente interessante, pois está muito mais de acordo com a filosofia aerodinâmica que a equipe tinha enquanto era Racing Point.

Mantendo as superfícies aerodinâmicas presas ao sidepod, temos que citar a barbatana em forma de lâmina presa no sidepod (seta azul), que antes havia sido montada horizontalmente, mas agora está ampliada e fixada em um ângulo de quase 45 graus.

Enquanto isso, o spar housing de impacto lateral inferior que se estende para encontrar o defletor do sidepod também foi revisado, já que agora se inclina (seta verde), alterando a proporção em sua divisão do fluxo em torno do sidepod.

Racing Point RP19, side pods

Racing Point RP19, side pods

Photo by: Giorgio Piola

A Aston Martin também optou por revisar o design de seus espelhos retrovisores e de seus suportes, com o suporte do cockpit agora em um ângulo reto (seta vermelha), em vez de ser curvo.

Como consequência desta rigidez extra, o suporte inferior que passava por baixo do espelho foi removido. Enquanto isso, o encaixe do espelho é pendurado sob a estrutura por meio de dois suportes, ao invés de um, enquanto a montagem inferior se conecta diretamente ao espelho.

Aston Martin AMR21 sidepod and engine cover packaging comparison

Aston Martin AMR21 sidepod and engine cover packaging comparison

Photo by: Uncredited

As mudanças não são isoladas apenas na região frontal do sidepod, como a seção em rampa do chassi atrás também foi abordada como parte da atualização (como deixado claro pela linha amarela). A rampa foi aumentada significativamente.

O que tem várias ramificações, não só com as características aerodinâmicas alteradas, mas também com o fluxo interno para resfriamento revisado.

Isso também resultou na revisão da tampa do motor, com a forma da saída de resfriamento sendo alterada para acomodar a rampa mais longa (veja a seção ao redor do logotipo do BWT), enquanto a protuberância que está firmemente envolvida no duto de entrada maior na unidade de potência Mercedes deste ano pode ter sido alterado sutilmente também.

A equipe também apresentou um novo arranjo da asa traseira em Ímola. É uma solução para a qual o time se voltou antes em suas formas anteriores e irá reduzir o arrasto criado nas extremidades externas, enquanto ainda fornece o downforce necessário da seção central.

Lance Stroll, Aston Martin AMR21

Lance Stroll, Aston Martin AMR21

Photo by: Charles Coates / Motorsport Images

A Aston Martin começou com o recorte de assoalho em forma de 'Z' que agora é preferido pela maioria do grid, mas seu primeiro esforço não foi tão expansivo quanto a nova solução que chegou na primeira corrida da temporada (direita). 

Aston Martin AMR21 detail

Aston Martin AMR21 detail

Photo by: Uncredited

Aston Martin AMR21 floor

Aston Martin AMR21 floor

Photo by: Giorgio Piola

A solução mais recente coloca a escuderia no ponto mais avançado do espectro de recorte até o momento, com a maior parte do assoalho retornando paralelamente à linha central do carro. Há também uma fileira dupla de aletas para direcionar o fluxo no início do corte e um conjunto de aletas encaixadas alinhando a borda do assoalho à frente do pneu traseiro.

F1 AO VIVO: Corridas aos sábados, GP no BRASIL, Mercedes vs Red Bull, Stock Car e mais | RETA FINAL

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Por que temporada de 2021 promete ser a mais equilibrada dos últimos anos?

 

compartilhar
comentários
F1: Ilott correrá treino livre 1 com a Alfa Romeo no GP de Portugal

Artigo anterior

F1: Ilott correrá treino livre 1 com a Alfa Romeo no GP de Portugal

Próximo artigo

F1 - Treta? Mazepin diz que Schumacher tem "vantagens" na Haas

F1 - Treta? Mazepin diz que Schumacher tem "vantagens" na Haas
Carregar comentários