Fórmula 1
25 mar
Próximo evento em
65 dias
06 mai
Próximo evento em
107 dias
20 mai
Próximo evento em
121 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
135 dias
10 jun
Próximo evento em
142 dias
24 jun
Próximo evento em
156 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
163 dias
R
GP da Grã-Bretanha
15 jul
Próximo evento em
177 dias
29 jul
Próximo evento em
191 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
219 dias
02 set
Próximo evento em
226 dias
09 set
Próximo evento em
233 dias
23 set
Próximo evento em
247 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
254 dias
07 out
Próximo evento em
261 dias
21 out
Próximo evento em
275 dias
28 out
Próximo evento em
282 dias
05 nov
Próximo evento em
290 dias
R
GP da Austrália
18 nov
Próximo evento em
303 dias
R
GP da Arábia Saudita
03 dez
Próximo evento em
318 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
327 dias
Análise técnica de Giorgio Piola
Assunto

Análise técnica de Giorgio Piola

Análise técnica: Ferrari é a mais nova equipe a copiar McLaren

compartilhar
comentários
Análise técnica: Ferrari é a mais nova equipe a copiar McLaren
Por:
, Especialista
Co-autor: Matt Somerfield

Escuderia pode não ter vencido o GP de Singapura, mas chegou com mais uma atualização significativa para garantir que seu carro estivesse adequado ao circuito de rua

Na parte traseira do carro, a equipe introduziu uma nova solução de asa, lançada pela McLaren e anteriormente vista na Mercedes e na Renault nesta temporada.

Ferrari flo-vis rear wing technical detail

Ferrari flo-vis rear wing technical detail

Photo by: Giorgio Piola

Ela possui grandes aberturas na região de transição da asa para permitir que o fluxo de ar seja uma passagem mais eficiente para o nível de downforce.

Aqui você pode ver como a McLaren começou essa tendência no ano passado com o MCL32 de motor Honda.

McLaren MCL32, rear wing at Bahrain GP

McLaren MCL32, rear wing at Bahrain GP

Photo by: Giorgio Piola

Ajustes nos defletores

Em direção à frente do carro, os defletores não faziam parte de um pacote totalmente novo. Em vez disso, os recursos foram ajustados para melhorar o fluxo em torno de suas superfícies, alinhado com a velocidade do ar que eles encontrariam.

Ferrari SF71H bargeboards

Ferrari SF71H bargeboards

Photo by: Giorgio Piola

Estas revisões consistiram em numerosas alterações no tamanho e geometria das superfícies, com o elemento em forma de “S” mais à frente, movendo-se um pouco mais para a frente (seta branca). A área central do defletor principal também apresentava elementos mais pronunciados (setas vermelhas).

Em linha com essas mudanças, as guelras do assoalho alongadas foram encurtadas, destacando como o caminho do fluxo de ar é ditado por uma cadeia de superfícies que devem trabalhar em harmonia entre si.

Dinamarca abandona planos de sediar GP de F1

Artigo anterior

Dinamarca abandona planos de sediar GP de F1

Próximo artigo

Equipes da Indy podem optar por pilotos da F1 em 2019

Equipes da Indy podem optar por pilotos da F1 em 2019
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Ferrari , McLaren
Autor Giorgio Piola