F1 - Leclerc vê Ferrari à frente da McLaren no Brasil e fala de Senna: "Meu único ídolo"

Piloto também abordou a relação com o companheiro Carlos Sainz após ordem de equipe no GP do México; confira

F1 - Leclerc vê Ferrari à frente da McLaren no Brasil e fala de Senna: "Meu único ídolo"
Carregar reprodutor de áudio

Piloto da Ferrari na Fórmula 1, o monegasco Charles Leclerc vê a escuderia italiana de Maranello em uma situação mais favorável do que a rival McLaren no GP de São Paulo, disputado neste fim de semana em Interlagos

Questionado pelo Motorsport.com sobre a disputa com a equipe britânica pelo terceiro lugar do campeonato de construtores, Leclerc apontou favoritismo para a Ferrari no Brasil, mas prevê superioridade do time de Woking em Abu Dhabi, final de 2021 após GPs de Catar e Arábia Saudita.

O editor recomenda:

"[No Brasil], acho que a Ferrari chega um pouco mais forte. É uma pista que realmente amo, gosto dos tipos de curva. Acho que nosso carro estará bem, só que sempre precisamos esperar para ver na pista. Mas acho que Abu Dhabi estará um pouco mais para a McLaren", afirmou.

Leclerc, aliás, destacou que sempre quis pilotar no Brasil por causa de Ayrton Senna. O monegasco definiu o brasileiro como seu "único ídolo" e disse que as imagens da torcida pelo tricampeão em Interlagos sempre o fizeram "sonhar em correr aqui". Na chegada ao País, o piloto foi recebido pelos fãs como um pop star. "Tinha muita gente esperando, o que me fez sorrir". Não à toa, o competidor colocou o público brasileiro no seu top 4, elogiando ainda os entusiastas de Itália, Japão e México.

O monegasco também falou sobre seu novo companheiro de equipe, Carlos Sainz. O espanhol substituiu o alemão Sebastian Vettel, que foi para a Aston Martin em 2021. "Nossa relação é muito boa. Achamos o balanço certo, a gente trabalha muito bem juntos", salientou Leclerc.

Além disso, o monegasco ressaltou o desempenho da dupla no México, onde a Ferrari levou a melhor sobre a McLaren no último domingo. Leclerc chegou em quinto, à frente de Sainz -- após ordem de equipe --, enquanto o time rival só pontuou com o britânico Lando Norris, décimo.

"Foi muito bom, o melhor que podíamos naquele fim de semana", ponderou Leclerc, que chegou atrás do francês Pierre Gasly, da AlphaTauri. O GP foi vencido pelo holandês Max Verstappen, da Red Bull. Lewis Hamilton, britânico da Mercedes, e Sergio Pérez, mexicano da Red Bull, fecharam o top 3.

Questionado sobre o campeonato de 2021, Leclerc disse que "é uma boa temporada" para a Ferrari. O monegasco destacou a troca de unidade de híbrida feita recentemente pela escuderia. "Foi um passo na direção certa em relação ao motor. Estamos no caminho certo", destacou.

Sobre 2022, o piloto respondeu: "Não sabemos nada sobre os outros times, mas vejo como  uma oportunidade para a gente voltar a vencer e brigar pelo campeonato. Acho que estamos bem". No próximo ano, a F1 passa por uma revolução técnica que alterará significativamente os carros.

Ademais, Leclerc falou sobre seus interesses automobilísticos para além da F1 e afirmou que gostaria de correr as 24 Horas de Le Mans. "Adoraria fazer um dia. Com a Ferrari posso ter a oportunidade, mas tenho que falar com Mattia [Binotto]", brincou, mencionando seu chefe no time de Maranello.

F1 2021: A F1 está de volta ao Brasil! Rico Penteado analisa prova em Interlagos | TELEMETRIA

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #144:  GP no Brasil será o mais decisivo dos últimos 10 anos?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Metade do grid ainda aguarda chegada de materiais do México; atraso não deve afetar programação
Artigo anterior

F1: Metade do grid ainda aguarda chegada de materiais do México; atraso não deve afetar programação

Próximo artigo

F1: Hamilton diz que batalha com Verstappen torna 2021 “um dos anos mais empolgantes”

F1: Hamilton diz que batalha com Verstappen torna 2021 “um dos anos mais empolgantes”
Carregar comentários